19/12/2019 às 16h30min - Atualizada em 19/12/2019 às 16h30min

A essência do amor

Araciara Macedo
Foto: Portal Buritiense
Quando envelhecemos e nos acomodamos o amor vira rotina, cria raízes e, de certa maneira, passamos a conviver com a pessoa que amamos como se ela fosse um apêndice seu, uma continuação, e aquelas sensações que você sentia e que te fizeram separar aquela pessoa especial de milhares de outras no mundo, adormecem.

Mas esse sentimento, se realmente é amor, pode ser retomado, pode reviver e vir a tona com toda a força que tinha lá no princípio. O bom do amor é quando conseguimos nos apaixonar novamente pela mesma pessoa todos os dias e quando conseguimos despertar a paixão na pessoa que amamos.

Para isso tudo vale a pena, emagrecer, cortar os cabelos ou deixá-los crescer, dividir pequenas coisas como a xícara de café nas primeiras horas do dia, usar o perfume que o teu amor gosta ou comprar um presente sem uma data especial, surpreender sempre.

Eu fiz tudo isso, atravessei um vale de sobras que me fez entender que o amor é um sentimento tão nobre e puro que você é capaz de abrir mão e sofrer para ver quem você ama feliz.  O amor não cobra, o amor não julga, o amor não atira pedras, o amor é simplesmente o amor.

Sem amarras, sem prisões, sem cobranças...

Amor mesmo, amor de verdade, é aquele em nos atiramos de cabeça, não vemos os defeitos, só as qualidades. É simples como o desabrochar de uma rosa, sabemos que vai acontecer, esperamos que aconteça, mas tem o tempo certo, e quando esse tempo chega, quando finalmente acontece, espalha pelo ar o aroma, enche o peito de felicidade, nos faz dar gargalhadas de piadas sem graça.

Quando amamos, quando amamos pra valer, não pedimos retorno, não queremos a troca, simplesmente amamos e a pessoa a quem dedicamos esse amor será sempre a melhor de todas, a mais bela, a mais inteligente, a mais suave, a musa, a insubstituível e quando isso não acontece, quando não é assim é porque esse amor já não vale a pena...

Com o amor de verdade não fazemos tipos, não criamos personagens, mostramos a cara, mostramos como realmente somos, porque com o amor de verdade nos sentimos a vontade e não temos medo.

O amor verdadeiro, aquele em que nos atiramos sem reservas, dispensa tudo, maquiagem, pernas depiladas, barba bem feita, porque o amor de verdade está na essência do ser e não no que ele pode ser para se mostrar pra você.

Amor de verdade, aquele que nos tira o fôlego, dispensa tudo, até a limpeza do corpo, porque o melhor cheiro, o melhor perfume é aquele que exala do corpo que amamos, comer, quando amamos, perde a importância, porque o alimento para o corpo, para a alma, é o amor que sentimos e que dedicamos.

Amor verdadeiro, pra valer, dispensa convenções, beleza, esta acima de tudo e de todos, dinheiro pra quê se tudo que queremos e que desejamos se encerra na simples frase "eu também te amo".

O amor de verdade é aquele em que por amar, por querer ver feliz a quem amamos, deixamos partir, abrimos mão e ficamos com o sentir.

Porque amor, amor mesmo pra valer é aquele em que temos a capacidade de enxergar além do ser que amamos e a nossa felicidade está em vê-lo feliz.
Relacionadas »
Comentários »