12/07/2020 às 07h05min - Atualizada em 12/07/2020 às 07h05min

ADEUS MESTRE

Em meados de 1995 na cidade de Macapá, já exercia a profissão de professora e continuava sendo uma estudante ativa em cursinho pré vestibular. A educação sempre acompanhando meu desenvolvimento.

No cursinho tudo era diferente, os estudante e principalmente os professores, muitos deles eram agitados, gostavam de fazer barulho e estimulavam através de suas dinâmicas o nosso conhecimento que estavam adormecidos.

O cursinho era uma continuação do ensino médio, mas com um atrativo a mais. Os professores sugavam as nossas energias até quando não assimilávamos mais nada e ainda nos faziam repensar a cada segundo sobre nossas escolhas e de como gostaríamos que fosse nosso futuro.

Ter saudade do passado é normal e é bom sentir saudade daquilo que foi bom, que nos ensinou um pouco do somos hoje e olhar para trás e perceber que muitos daqueles conselhos fizeram a diferença. 

Ter saudade também dói, mas é uma dor consciente de que as coisas não são para sempre, os cursinhos, os colegas que seguiram cada um seu caminho e dos professores que se ausentam deste plano e ascendem.

Parece história de pescador, mas quem fez cursinho neste tempo com certeza tiveram excelentes professores em todas as disciplinas. Um deles em especial nos contou muitas histórias fantásticas e tinha um jeito peculiar de ensinar e conquistava seus alunos com esse jeitinho especial.

História que engrandecia o aprendizado, nos estimulava a conhecer o nosso passado para poder escolher o nosso futuro. O bom conhecedor que sabe de onde veio, saberá para onde ir. Este era apenas um de seus conselhos e com certeza fizeram diferença para muitos de seus alunos. 

Ele era um professor que demonstrava simplicidade em tudo, e com uma riqueza de conteúdos que encantava em suas aulas, estudar história era um privilégio para aqueles que iam em busca de conhecimentos reais e encontravam aulas de pura magia. Impressionante como o professor prendia a nossa atenção com seus argumentos cheios de disciplinas.

Este professor alcançou muitos alunos antes e depois de mim, e marcou com certeza suas vidas. De repente saudade do cursinho que me apresentou o querido professor de história e os demais. Ele deixará saudades a todos que o conheceu, aqueles com quem conviveu e será sempre lembrado através de suas histórias para aqueles que não tiveram oportunidade de conhecê-lo.

Agradecimento é a melhor maneira de dizer adeus e um bom descanso a este mestre que fez pela educação não somente a sua parte, pois tenho certeza de que amou cada momento de sua história e a viveu como merecia. 

Adeus querido mestre, Agnando Conceição suas Histórias serão contadas, lembradas e relembradas pois fizeste a diferença na educação.


 
Relacionadas »
Comentários »