19/07/2020 às 07h00min - Atualizada em 19/07/2020 às 07h00min

TEATRO NO BRASIL E AMAPÁ

Romualdo Palhano. Foto:Reprodução/Facebook/Pagina Pessoal.
     Até meados do século XIX, o teatro no Brasil era estritamente religioso, por outro lado, marcou também o início das construções dos edifícios teatrais em nosso país. Todavia, houve dois fatos de suma importância para o desenvolvimento do teatro no Brasil, que foram: em primeiro lugar, a chegada de Dom João VI à colônia em 1808, e em segundo lugar, a chegada da Missão Francesa no ano de 1816. Sem dúvida, esses dois fatores fizeram com que o teatro se renovasse em nosso país. Entre as primeiras casas de espetáculos inauguradas nesse período temos: o Teatro São João, na Bahia, inaugurado em 1812; o Real Teatro de São João, no Rio de Janeiro, de 1813; o Teatro União, inaugurado em 1817, que na década de 20 do século XX foi renomeado para Teatro Arthur Azevedo, no Maranhão; Teatro Niteroiense, na cidade de Niterói em 1827; Salienta-se que foi nesse teatro que o ator e empresário João Caetano, se apresentou com a primeira companhia dramática brasileira. Teatro Dom Pedro II, em 1828, na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; e em 1833 Teatro Sete de Abril, em Pelotas, também Rio Grande do Sul. 

     Na região nordeste, um dos primeiros teatros de grande porte, foi inaugurado no ano de 1850, na cidade de Recife, conhecido na época como Teatro de Santa Isabel. Foi a partir desse período, que influências do romantismo, marcaram completamente mudanças no fazer teatral e na trajetória cultural no Brasil. Assim, os grandes edifícios teatrais vão se espalhando pelo território nacional, principalmente em função da questão econômica. Desta forma, isto se dá também na região Norte, surgem os teatros do ciclo da borracha, Teatro Amazonas, inaugurado em 1896, em Manaus, e o Teatro da Paz, em Belém do Pará, de 1878. 

          A partir de pesquisas que eu já realizei sobre o teatro no Amapá, às quais brevemente serão publicadas na obra “História do Teatro do Amapá: do século XVIII à década de 1940”, posso afirmar que o teatro nas terras tucujus, teve início praticamente no século XVIII, com o registro de que no ano de 1775 já havia um pequeno teatro de madeira na Vila de São José de Macapá. O referido teatro, na época, foi visitado pelo Governador da Província do Grão-Pará, João Pereira Caldas. Naquele período, o atual Estado do Amapá, fazia parte daquela província. Considero este teatro como o marco inicial das manifestações teatrais em espaço fechado no Amapá.

     Outro fato que contempla o acima citado, foi a primeira apresentação ao ar livre, da encenação da “Batalha entre Mouros e Cristãos”, que aconteceu no ano de 1777, na Vila de Mazagão Velho. É uma encenação que acontece há mais de dois séculos durante o mês de julho, dentro da programação da festa de “São Tiago”. Este espetáculo é considerado por este pesquisador como o marco inicial das manifestações dramáticas em espaço aberto, no Estado do Amapá.




Romualdo Palhano 
Professor Titular da Universidade Federal do Amapá, pós-doutor em teatro pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB, doutor em teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.
Relacionadas »
Comentários »