19/07/2020 às 07h00min - Atualizada em 19/07/2020 às 07h00min

Carlos Lobato

Carlos Lobato Foto:Arquivo/Pessoal.
 
 Meu…, Teu Vice!
O prefeito Clécio Luiz, deverá indicar o vice na chapa de Josiel Alcolumbre, à PMM. É certo que será alguém do partido Avante, onde se abriga a tropa de choque do alcaide. A briga interna sobre o nome a ser indicado está entre David Covre/infraestrutura e Silvana Vedoveli/saúde. Corneteiros de plantão, avaliam que Vedoveli, ex-PP, já foi testada, sem grande brilho quando vice de Davi Alcolumbre, na disputa para o governo estadual, em 2018.
 
 
 Decepção
O senador Randolfe Rodrigues/Rede não esconde de ninguém a decepção que lhe assalta, pela “virada de costas” de Silvana Vedoveli, ao abraçar o projeto político de Clécio/Josiel.
Rodrigues diz que apostou durante um ano em Vedoveli, sendo, sempre, seu primeiro nome para abraçar candidatura à PMM.
O mote maior da decepção foi o fato dela sequer tê-lo avisado que subiria outra bandeira no seu mastro político.
 
 
 Assumiu o controle
O deputado estadual Paulo Lemos/PSOL, pré-candidato à PMM, assumiu na sexta-feira a presidência do diretório estadual do partido e, ato contínuo, nomeou a comissão provisória do diretório de Macapá, responsável pela condução das eleições municipais na capital.
Coube à administradora de empresas, Michele Miranda, a presidência da comissão.
 
 
 Café no bule
O secretário de organizações do PC do B, Dorinaldo Malafaia, por determinação da deputada Marcivânia Flexa, bateu “dedos de prosa” com Paulo Lemos, objetivando a formatação de uma chapa Psol/PC do B rumo à PMM.
Avançado o papo, Lemos acatou o pedido para que os comunistas indiquem a vice em sua chapa.
O nome preferido era da jornalista Ana Girlene, mas em razão de sua desistência voluntária, o partido corre atrás de um novo nome.
 
 
 Entropia 
Se enquete ganhasse eleição Macapá teria pelo menos uns dez prefeitos. Essa moda tá pujante nas redes sociais e a cada hora surge uma enquete que é sucedida por outras e os nomes mudam mais que modelo muda de roupa.
Até o meu amigo Birobiro, que sequer cogita ir pro embate, liderou duas enquetes na última sexta...,
Enquanto isso, a pré campanha continua morna e sem viço.
 
 
 Ambulância X JBS
O Amapá acabou sendo beneficiado pelo propósito dos executivos da JBS – envolvida ate o tucupi com a lava-jato, em apostar no social para resgatar a imagem do grupo empresarial.
Através de Davi Alcolumbre e com a presença de Wesley Júnior, representando a holding, o Estado foi contemplado com 25 ambulâncias do tipo UTI móvel que servirão aos municípios amapaenses.
A JBS criou um programa social “fazer o bem, alimentando o mundo com solidariedade” que contempla doações para fortalecer ações de combate a covid19.
 
 
 Saiu à francesa
Ex-presidente do PSOL, Djalma do Espírito Santo, virou o capeta quando questionado por Paulo Lemos - candidato do PSOL à PMM, sobre qual seria o seu caminho político. Ato contínuo, Djalma que é da confiança do prefeito Clécio, largou a direção dos ensolarados, mandando Lemos “pra tonga da mironga do kabuletê” ou, na linguagem chula, “pra casa do caralho”
 
 
 Waldez é Josiel?
Corre à “boca miúda” que o governador Waldez Góes deve apoiar a candidatura de Josiel à PMM. A reaproximação com o mano Davi Alcolumbre e sua interseção em favor do Estado para combater o covid19 foi o vento que moveu WG nessa direção.
Góes até o momento não assumiu publicamente, tampouco reivindicou lastro na chapa de J.A.
 
 
 Apostando alto
O médico Pedromar Valadares afirma que o Amapá poderá ser o melhor estado nos resultados do combate ao covid19. Para sustentar essa afirmação ele diz: “As medidas foram tomadas no momento certo. Seguramos no momento certo, o protocolo Amapá veio no momento certo, o lockdown veio no momento certo, a flexibilização está sendo feita no momento certo, até as dificuldades do início da pandemia acabou nos privilegiando, pois Deus olhou por nós e agora colhemos essas bênçãos”, finalizou. Pedromar é um dos médicos que assina o protocolo Amapá, festejado e copiados por diversos estados e municípios Brasil afora.
 
 
 Bizum
Há quem afirme que Davi Alcolumbre, com a anuência de Clécio e Josiel, poderá oferecer a vice na chapa do mano à PMM para o senador Randolfe Rodrigues. O objetivo do gesto seria aparar as desgastadas arestas e galvanizar apoio à sua reeleição à presidência do senado. Quem viver, verá!
 
 
 Baluarte
Misto de garimpeiro e lutador social, Artur de Freitas Filho – tem uma frente de mineração garimpeira no Lourenço – 6 mil moradores, sendo 2 mil garimpeiros, ao perceber a gravidade da pandemia naquele distrito e as consequência que poderiam alcançar centenas de mortes, deixou de lado sua atividade laboral e comandou a reação ao combate ao covis19. Entre ligações telefônicas para autoridades do Estado, consultorias médicas com especialistas e desembolso pessoal, foi possível fazer testagem em massa e distribuição de 1.600 kit’s de medicamentos recomendados pelo festejado “Protocolo Amapá”.
Diante de todos esse desprendimento foi possível curar os infectados pelo vírus, sem que houvesse nenhuma morte.
Freitas Filho têm repetido o mesmo mantra quando questionado sobre sua ação generosa que permitiu esse retumbante sucesso: “Deus em primeiro lugar e os amigos que nos socorreram são quem merecem os méritos. Eu fui apenas instrumento”
 
 Construindo...,
Ex-prefeito de Mazagão e agora pré-candidato à prefeitura de Santana, o odontólogo Dílson Borges têm gastado saliva atrás dos apoios do senador Randolfe Rodrigues e do ex-governador João Capiberibe.
O nome de sua preferência para compor sua vice é de Isaias Carvalho, afiliado ao Rede e ligado a Rodrigues. Quem pilota a formatação das estratégias de Borges é o consultor e marketólogo Carlos Sérgio que tem dito que “enquanto saliva não pagar imposto de renda, é café no bule e dedos de prosa”.
 
 
 Em alta
A pré-candidatura do ex-governador Capiberibe à PMM tem tido boa repercussão nos papos formulados pela tradicional “rádio cipó”. Sempre entre os mais citados, Capi, em tempos de pandemia, se isolou em Brasília, e, de lá, faz suas formulações através de lives e forte ação em suas páginas nas redes sociais.
 
 
 Misto quente
Ex-deputado PJ assumiu a coordenação da comunicação social dos mandatos dos filhos, deputado estadual Paulinho e da vereadora Adrianna Ramos. /// Imbróglio entre o comando da PM e os militares alunos dos seis cursos realizados à distância, para efeito de promoção, tem gerado desconforto na tropa. Necessário diálogo para destravar as algemas, /// Médicos gaúchos, Scherer, 86 e Horta, 78, – juntos, têm mais de cem anos de medicina, não esconderam a paixão pela soberba competência de seu colega Pedromar Valadares no quesito covid19. Em recente entrevista radiofônica afirmaram que o Amapá tem a felicidade de contar com esse “cientista de valor”. /// Médico e deputado Antônio Furlan pode ser uma bela surpresa no pleito municipal de novembro próximo à PMM. Sua simplicidade tem sido seu melhor marketing eleitoral. /// Procuradora-Geral do MP-AP, Ivana Cei, em tempos de pandemia, tem valorizado o teletrabralho pra manter a boa qualidade dos resultados do parquet estadual. Tem servidor que vara a madrugada cumprindo tarefas. /// Randolfe Rodrigues, pela décima vez entre os mais influentes do Congresso, conforma pesquisa do site Congresso em foco. /// Nas diversas disputas pelas prefeituras dos municípios amapaenses, Davi e Randolfe estarão juntos – até agora, apenas em Laranjal do Jari, apoiando o atual prefeito Márcio Serrão à reeleição. Há quem diga que essa divisão aponta para 2022. /// Setores da saúde estadual engajados no combate ao covid19 afirmam que o prefeito Clécio errou ao permitir ampla flexibilização das atividades econômicas. Deveria aguardar entre 14 e 22 dias pra entrar nessa fase. O centro estadual covid1 que seria desativado, até ontem, já abrigava cinco pacientes em estado grave. /// Deputada Leda Sadalla desponta como salutar surpresa em seu debut no mandato federal. Tem um baita time de assessores. /// É o que há!



 
Relacionadas »
Comentários »