26/07/2020 às 02h45min - Atualizada em 26/07/2020 às 02h45min

Claudio Humberto

Claudio Humberto. Foto: Arquivo Pessoal


DORIA É O RIVAL MAS FRACO DE BOLSONARO PARA 2022
Levantamento do Paraná Pesquisa mostrou que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), é o mais fraco dos seis principais rivais diretos de Jair Bolsonaro na disputa presidencial de 2002. O seu desempenho é modesto nos cenários de 1º turno, com 4% de intenção de votos, quase oito vezes menos que o atual presidente. Em eventual 2º turno, ele somaria menos da metade de Bolsonaro: 23% contra 51,7% . Mas não se deve subestimá-lo: Doria costuma crescer no final.

LANTERNA PAULISTA
Lula, Haddad, Ciro Gomes, Sergio Moro, Huck e até Mandetta, ex-ministro da Saúde, têm desempenho melhor que Doria, na pesquisa.

AINDA COMPETITIVO
Ficha sujíssima, Lula não pode disputar eleição, mas em hipotético 2º turno teria o melhor desempenho: 36,4% contra 45,6% de Bolsonaro.

DERROTA ANUNCIADA
Se o PT for de Haddad, a tendência é de nova derrota tanto no 1º turno (14,5% a 30,7% de Bolsonaro) quanto no 2º turno (32% contra 46,6%).

PESQUISA NACIONAL
O Paraná Pesquisa ouviu 2.030 eleitores em 188 municípios de todos os Estados e o DF, entre os dias 18 e 21 deste mês.

PARLAMENTARES TORRAM R$11 MILHÕES EM PROPAGANDA
O pagador de impostos não teve alívio do setor público na pandemia do coronavírus no Brasil. Nem com propaganda própria. Deputados federais e senadores torraram, nos últimos quatro meses, mais de R$11,3 milhões na “divulgação da atividade parlamentar”, segundo a ONG Operação Política Supervisionada. Essa conta faz parte do cotão parlamentar, que ressarce parlamentares em cerca de R$ 45 mil por mês por qualquer tipo de despesa, de tapiocas a “consultorias”. 

NÓS (SEMPRE) PAGAMOS
Os R$ 45 mil, em média, que cada deputado e senador recebe do cotão se soma ao salário de R$ 33,7 mil que cada um recebe por mês.

CASAS DOS GASTOS
A Câmara dos Deputados torrou R$ 10,7 milhões com propaganda para os deputados. No Senado, foram cerca de R$ 500 mil.

MAIORES GASTÕES
O maior gastão com propaganda é Wellington Roberto (PL-PB): R$ 147,6 mil desde abril. O Airton Faleiro, do PT, é o segundo: R$ 103 mil.

CENSURA SE CONSOLIDA
Completa 18 meses a liminar do ministro Alexandre de Moraes (STF) proibindo três veículos de imprensa da Rede Tiradentes, de Manaus, de noticiar o envolvimento do senador Eduardo Braga (MDB) na Lava Jato. O político figura em 9 casos da Lava Jato no próprio STF.

SEGURO DESEMPREGO
Durou até altas horas o jantar da bancada evangélica, esta semana, no restaurante Coco Bambu, em Brasília. Todos convencidos de que o governador do Rio, Wilson Witzel, dificilmente manterá o emprego.

TEXTO REDONDO
Relator do Fundeb, o senador Flávio Arns (Rede-PR) elogiou o texto aprovado na Câmara dos Deputados, segundo ele, “redondo”. Não deve haver alterações e logo poderá ser aprovado no Senado. 

NOVA TENTATIVA
O vereador Renato Antunes (PSC), líder da oposição na Câmara do Recife, vai propor de novo uma CPI para investigar os desatinos da prefeitura. A Polícia Federal já fez cinco operações contra a gestão de Geraldo Júlio (PSB), que sufoca na Câmara qualquer pedido de CPI. 

PARECIA 2 DE NOVEMBRO
Ontem parecia dia de finados para os poucos opositores de Bolsonaro que apareceram no Congresso, após o Paraná Pesquisa indicar vitória de Jair Bolsonaro em todas as simulações de 1º e 2º turnos. 

DIFERENÇA CAIU
O site FiveThirtyEight, que mantém média das pesquisas nacionais sobre a disputa presidencial nos EUA, mostra que a vantagem do candidato democrata Joe Biden caiu em julho. Foi do auge de 9,6 pontos em 30 de junho, para 7,7 pontos, em 22 de julho. 

DEIXA SAUDADES
O discurso de despedida do diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevedo, foi aparteado por representantes de mais de 80 países, homenageando o brasileiro. Ele sai do cargo em agosto.

POSSÍVEL TRANSMISSÃO
O governador do RS, Eduardo Leite, anunciou que testou positivo para o novo coronavírus. O político participou presencialmente de programa de TV, segunda (20), e deixou vários dos participantes preocupados.

PENSANDO BEM…
...para o STF, liberdade de expressão no Brasil é para todos, mas uns são menos livres do que outros.


 
Relacionadas »
Comentários »