16/08/2020 às 00h30min - Atualizada em 16/08/2020 às 00h30min

Em busca de Falcon

Rafael Nery. Foto:Arquivo Pessoal.

No capítulo anterior Zlanter começou a explicar o que havia acontecido de repente escutou o som da campainha, e quando abriu a porta... 

E quando abriu sua porta não tinha ninguém, achou estranho alguém tocar a campainha às 3 horas da manhã, mais não ligou tanto então voltou para sua conversa,  de repente escutou novamente o barulho da campainha, a primeira reação de Zlanter foi pensar que alguém estava brincando com ele, foi outra vez ver quem estava em sua porta, e quando abriu, novamente não havia ninguém lá.

 Zlanter ficou intrigado, saiu de sua casa e foi atrás desse tal suspeito, ele foi andando e andando, estava com uma forte neblina. Foi aí que ele escutou um pequeno barulho, porem esse barulho foi só aumentando, Zlanter foi ficando com medo e cada vez mais e não encontrou nada.

Zlanter então voltou para sua casa, chegando lá explicou para seus amigos que ele começou a escutar barulhos, seus amigos acharam estranho mais começaram a pensar que poderia ser os efeitos por estarem  em outra dimensão, Zlanter também começou a pensar a mesma coisa , mais não ligou tanto.

Então se passou incríveis dois dias, nesta outra dimensão onde eles estavam, porém o que eles não imaginavam que eram dois meses na dimensão real. Eles não faziam ideia de quanto tempo que estavam lá.

Amanheceu, ainda não tinha esquecido que Falcon tinha sumido. Logo chamou a sua equipe e saíram à procura de falcon, eles estavam tentando achar algum rastro que ele possa ter deixado. De repente Zlanter encontrou um X, para sua equipe aquilo era apenas um X, mas, para ele era uma coisa muito importante era uma prova que falcon ainda estava vivo zlanter então falou:
Zlanter:— Gente isso aqui não é um X qualquer essa aqui é a letra do Falcon

Todos da equipe acharam muito estanho, mas confiaram em Zlanter, e aí passou pela cabeça dele que Falcon poderia estar escrevendo esses X pela cidade todinha, dizendo onde ele poderia estar. Zlanter então decidiu seguir sua intuição, pegou sua equipe e andou pela cidade a procura de mais letras iguais, foi quando ele encontrou mais um X, então passou pela sua cabeça 
Zlanter:— Pessoal eu e Falcon seguimos o monstro naquele dia. 

Zlanter:— Nós fomos até aqui. Neste local que nós seguimos o monstro, depois daqui eles dois sumiram.

Zlanter então criou coragem e seguiu em frente para a procurar seu amigo, passando por lá ele descobriu que ninguém ia naquele lugar há muito tempo, porque lá era a parte sombria da cidade. Zlanter seguiu sozinho, por que sua equipe não queria entrar, eles estavam com receio de que alguma coisa pudesse acontecer, zlanter pegou sua arma, uma lanterna e  foi em direção a parte sombria, lá estava muito sujo, muito feio, tinha muitos mortos, mas ele seguiu em frente com seu único objetivo, encontrar o Falcon de repente no meio da neblina Zlanter encontrou seu amigo Falcon, ele estava  jogado e chorando, bastante triste. Falcon olhou para lado e avistou Zlanter. Zlanter correu em direção a ele e deu um abraço. Eles correram para saída porque lá era um local extremamente perigoso.

Zlanter e sua equipe, o levaram para casa, o colocaram para dormir e descansar, quando Falcon acordou, a equipe começou a perguntar como era lá dentro do lugar em que ele foi. Falcon começou a falar, e as coisas que ele disse aterrorizaram, ainda mais a todos. Uma coisa ele tinha certeza de que eles tinham que sair daquela dimensão o mais rápido possível pois o perigo estava em todo lugar.
Tags »
Leia Também »
Comentários »