16/08/2020 às 00h34min - Atualizada em 16/08/2020 às 00h34min

O Conselho Federal de Medicina não é contrário a revalidação de diplomas expedidos no exterior

Dr. Marco Túlio. Foto:Arquivo Pessoal.

Esse processo deve ser realizado por Universidade Pública em um processo regular e legal, para avaliar os conhecimentos e habilidades dos alunos com diploma expedido no exterior. 

O CFM não discrimina e nem dá preferência para nenhum país, somente exige que os diplomas sejam reconhecidos na forma da lei.

O Médico estrangeiro ou aluno Brasileiro que estuda no exterior é bem-vindo e será registrado normalmente conforme a lei, após a revalidação do diploma. 

Infelizmente existem muitas faculdades na fronteira de países vizinhos que estão enganando estudantes! São faculdades de baixo custo e não estão regularizadas sequer nos países em que estão instaladas. Alunos formados nessas faculdades precárias não podem exercer a medicina nos países em que estudam. 

Todos os países vizinhos possuem boas faculdades, porém as que atraem a maioria dos estudantes brasileiros são as de baixo custo e de baixa qualidade, parte dessas não possuem registro em seus respectivos países. 

O Conselho de medicina repudia a nova tentativa de criar facilitação para legalizar diplomas sem comprovação e a inclusão de faculdades privadas nesse processo. Defendemos o revalida e a revalidação em universidades públicas e reconhecidas na área da medicina. 

A saúde é coisa séria! Queremos pilotos de avião com treinamento em pouso e decolagem, policiais com treinamento tático e psicológico, professores que dominam a matéria que lecionam e médicos com conhecimentos testados por universidade isenta! 
Nós do CRM-AP convidamos os deputados federais, estaduais, senadores e prefeitos dos municípios do Amapá para uma vista institucional.

Dr. Eduardo Monteiro Presidente do Conselho Regional de Medicina do Amapá, Dra. Maria Teresa Renó Gonçalves Conselheira Federal do CFM e Dr. Marco Túlio Muniz Franco Conselheiro Federal suplente pelo Amapá.


Marco Túlio
Médico, especialista em reumatologia, reumatologia pediátrica e dor.
Tags »
Leia Também »
Comentários »