23/08/2020 às 00h10min - Atualizada em 23/08/2020 às 00h10min

Poucas e Boas

Ranolfo Gato. Foto: Arquivo Pessoal.


EXPERIMENTOS 
Pesquisadores do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e da startup Omni-electronica desenvolveram uma tecnologia que permite capturar amostras do covid-19 no ar para monitorar a segurança de ambientes com grande concentração de pessoas. Chamado de Spiri, o sistema foi criado por ex-alunos da Escola Politécnica da USP, que fundaram a startup. Em princípio, a função é monitorar a qualidade do ar nos locais fechados. Os pesquisadores realizaram testes, durante dois meses, com amostras do ar no Hospital das Clínicas, com duas, seis e oito horas.

RESULTADOS
Para o responsável pela Omni-electronica e coordenador do estudo, Arthur Aikawa: "Quando começou a pandemia do novo coronavírus, ficou bem claro para nós que a disseminação em ambientes internos era o cenário mais provável, embora isso ainda não fosse muito falado, nem mesmo pela Organização Mundial da Saúde". Segundo as informações, o Spiri tem sensores integrados que captam o ar e enviam os dados para uma central que gera laudos online em tempo real e, assim, os técnicos instruem o cliente sobre como melhorar a circulação do ar. O estudo será publicado em periódico científico.

RESTITUIÇÃO 
A Receita Federal abre nesta segunda-feira (24), a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2020. O crédito bancário para 4.479.172 contribuintes será realizado no dia 31 de agosto, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões. Do total, R$ 248.630.681,67 referem-se ao quantitativo dgal: 6.633 idosos acima de 80 anos, 36.155 entre 60 e 79 anos, 4.308 com deficiência física/mental ou doença grave e 17.787 do magistério. Foram contemplados 4.414.289 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 19 de junho de 2020.

MEDIDAS
A Justiça Federal do Trabalho, determinou que a Uber Eats forneça aos entregadores de comida pelo aplicativo álcool em gel, auxílio financeiro em caso de afastamento e pontos de apoio para higienização. A sentença da juíza Josiane Grossl, atendeu ao pedido do Ministério Público do Trabalho. A magistrada justificou a decisão devido ao aumento da demanda por entrega de comida em casa com a pandemia do Covid-19. "A utilização do delivery reduz o risco de contágio do consumidor, mas devemos adotar medidas de proteção para esses trabalhadores que realizam as entregas ficam expostos ao contágio do vírus". 

AUXÍLIO 
Foi decidido também que a empresa deve conceder assistência financeira aos trabalhadores que, devido a contaminação pelo coronavírus, tiverem que se afastar das atividades. Na decisão, a juíza reconhece que o aplicativo já tem concedido o benefício, mas, a magistrada enfatiza a necessidade que ele seja mantido até que o governo decrete a última etapa do plano de flexibilização do isolamento social. A assistência deve durar pelo período recomendado pelo médico. Em caso de descumprimento, a Uber está sujeita a multas de R$ 1 mil a um limite de R$ 500 mil.

PESQUISA
De acordo com estudo do IBGE e Ministério da Saúde, o café com 78,1% foi o alimento consumido pelos brasileiros com mais frequência entre junho de 2017 e julho de 2018, por 77,9% dos homens e 78,4 de mulheres. Em seguida, aparecem dois produtos da dieta tradicional do país. O arroz, com 76,1% de frequência de consumo, e o feijão com 60%. O alimento menos consumido pelos brasileiros no período pesquisado foi o ovo, com 13,9%. As informações constam da Pesquisa de Orçamentos Familiares de 2017 e 2018 sobre a Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil, divulgada pelo IBGE. 

NÚMEROS 
Depois de vários meses extinguindo postos de trabalho por causa da pandemia do novo coronavírus, o país voltou a criar empregos formais em julho. Segundo dados do Caged, da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, 132 mil postos de trabalho com carteira assinada foram abertos em junho. O número mede a diferença entre contratações e demissões. Foi a primeira vez desde fevereiro que o emprego formal cresceu. No acumulado do ano, o mercado de trabalho sentiu o impacto da pandemia. De janeiro a julho, foram fechadas 1.092.578 vagas, o pior resultado do ano desde 2010.

INDICADOR
Na divisão por ramos de atividade, quatro dos cinco setores pesquisados criaram empregos formais em julho. A estatística foi liderada pela indústria, com a abertura de 53.590 postos. A construção civil vem em segundo lugar com 41.986 novos postos, seguida pelo grupo comércio, reparação de serviços automotores e de motocicletas, com 28.383 novas vagas. Em quarto lugar, vem o grupo que abrange a agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com 23.027 postos. O único setor a registrar fechamento de postos de trabalho foi o de serviços, com a extinção de 16 mil postos.

NOVA NORMA
A Polícia Federal publicou novo ato normativo para diminuir a burocracia para obtenção do porte e posse de armas de fogo. Segundo a corporação, a instrução normativa formaliza as regras do decreto assinado pelo presidente Bolsonaro, que permitiu ao cidadão a compra de até quatro armas. Agora, o processo de aquisição, registro e porte de armas será feito eletronicamente, dispensando a exigência de documentos que estão nos sistemas de informações do órgão e diminuindo prazos para novas solicitações. A validade do registro foi ampliada para dez anos.

PRORROGAÇÃO 
O programa de suspensão de contratos de trabalho e de redução de jornada e de salário será prorrogado por dois meses, anunciou o ministro da Economia. Segundo ele, a iniciativa foi a medida mais eficaz adotada pelo governo para preservar empregos durante a pandemia do Covid-19. “Conseguimos preservar 16 milhões de empregos gastando pouco mais de R$ 20 bilhões. O programa tem tanto sucesso que vamos estender por mais dois meses para continuar preservando esses empregos enquanto a economia faz essa volta em V”. 

NOVIDADES
Paulo Guedes informou que o governo anunciará na terça-feira (25), o relançamento do programa de carteira de trabalho Verde Amarela, lançada no ano passado por meio de uma medida provisória que perdeu a validade, e do programa Renda Brasil, que pretende expandir o Bolsa Família. Os programas integram um pacote de medidas que serão anunciadas pelo governo federal nesta semana. Além de medidas para o mercado de trabalho, será lançado um programa habitacional, que será anunciado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.



Ranolfo Gato
 Jornalista, radialista, comentarista esportivo, apresentador, ex-vereador, bacharel em turismo. 
Tags »
Relacionadas »
Comentários »