30/08/2020 às 00h10min - Atualizada em 30/08/2020 às 00h10min

A minha poesia

Itaguaraci Macedo. Foto: Arquivo Pessoal.


A minha poesia é assim:
à moda antiga que se não educa,
também não funde a distraída cuca,
de quem se perde nela até o fim!
Voa tão alto quanto um Querubim,
corre no chão que nem uma maluca!
Mas, minha poesia, essa caduca,
seja o lado mais são também de mim!

Além do fato d'eu não ser moderno,
não sou aquele de gravata e terno,
pessoa que não há mais hoje em dia...

Só sei dizer que a minha poesia,
aqui no chão ou nesse céu em cima,
ainda se vale da esquecida rima!



Itaguaraci Macedo
 Químico e poeta
Tags »
Leia Também »
Comentários »