28/11/2020 às 23h42min - Atualizada em 28/11/2020 às 23h42min

ECO-PRÁTICAS EMPRESARIAIS

Marcelo Creão. Foto: Arquivo Pessoal.
As empresas dentro de suas estruturas de custos, sempre buscam a contenção de despesas. Fechar a torneira. De um lado o setor de operações, o administrativo e planejamento precisam fazer a máquina rodar, precisam fazer o capital de giro da empresa aparecer para uma boa gestão. Quando todas as despesas fixas comuns são enxugadas, visto que os custos variáveis estão inseridos no produto ou serviço, precisamos “sair do quadrado”. Veja empreendedor, quais aspectos no seu processo podem ser avaliados. 

Avaliar a cadeia de fornecedores: Uma das maiores franquias de pizzas do país anunciou que deixará de comprar ingredientes fornecidos por uma empresa envolvida em escândalos de corrupção. Mas por quê? A verdade é que a imagem empresarial demora anos para se consolidar e apenas alguns instantes para desmoronar — principalmente na era digital. Isso sem falar que o consumidor está cada vez mais consciente de tudo o que consome. Por essas e outras, a escolha de fornecedores deve ser feita de forma criteriosa, levando em conta os valores sociais, econômicos e ambientais.

Nada de copos descartáveis: Empresas sustentáveis incentivam seus colaboradores e eliminarem o uso de copo ou qualquer material descartável, pois, quanto mais são utilizados, mais lixo geram. Assim, cabe a você empreendedor, suspender a compra destes, e fazer campanhas que incentivem o uso de caneca ou copo lavável e, se tiver de fazê-lo que seja a compra de quantidade mínima, que não gere tanto lixo. Pode ser implantado o uso de squeeze, que são garrafinhas personalizadas para que todos possam ajudar a construir uma empresa mais sustentável do ponto de vista ecológico, financeiro e humano.

Economize papel, água e energia: O avanço da tecnologia permite o uso cada vez menor de papel e, assim cada vez menos emissões de gases poluentes e a derrubada de árvores. Se for necessário, prefira o papel reciclado. Fazer campanhas de economia de papel, água e energia no ambiente de trabalho para que seus colaboradores adotem esta prática no dia a dia e lhe ajudem a adotar práticas sustentáveis na empresa. Lembre-os de sempre pensarem duas vezes antes de fazerem uma impressão, de fecharem a torneira quando não estiverem usando a água e de desligarem as luzes e os equipamentos todos os dias ao final do expediente. Isso vai fazer não só com que o meio ambiente ganhe, mas também você vai economizar na conta de energia e na compra de suprimentos de papel no final de cada mês.

Ter a certificação ISO 14001: Tem crescido muito, dentro e fora do Brasil, o número de empresas com a certificação ISO 14001. E é absolutamente inegável a vital importância do treinamento e da informação nesse processo de transformação dentro da empresa.
Adotar a iluminação de LED: O tipo certo de lâmpada pode fazer com que a empresa use menos energia elétrica, gerando benefícios para o planeta e também para seus cofres.

Usar equipamentos ecoeficientes: Equipamentos mais antigos consomem mais energia. Assim, trocar por mais modernas, com selo de consumo A, pode ajudar o planeta e ainda economizar bastante dinheiro para a empresa. Ar condicionado, geladeira, impressora, computadores, entre outros equipamentos, podem ajudá-lo a economizar energia e suprimentos e também a tornar a sua empresa ainda mais sustentável. Neste sentido, opte por aparelhos mais novos e que estejam dentro dos padrões de classificação de consumo sustentável de energia.

Incentive o uso de transportes alternativos e coletivo: Nem sempre é vantajoso sair de casa e ir trabalhar utilizando seu carro, em grandes cidades, onde o trânsito é um dos maiores causadores de estresse e poluição que existe. Disponibilizar um ônibus ou carro menor da empresa para realizar o transporte diário dos funcionários pode melhorar (e muito) a qualidade de vida dos colaboradores e a estima que eles têm pela empresa. Além disso, essa medida reduz a emissão de poluentes gerados pelos carros de passeio e ainda melhora o trânsito da cidade! Se isso não for possível, que tal ao menos estimular um programa coletivo de caronas? Incentive o uso de bicicleta. Outra coisa eficiente é estimular as caronas, em que um colaborador dá carona a outro que morem perto, fazendo com que mais carros permaneçam nas garagens e não poluam o meio ambiente.

Desligar os equipamentos: Sabia que muitos equipamentos (como computadores e eletrodomésticos) consomem uma significativa quantidade de energia até mesmo quando são mantidos em modo stand by? Assim, tirar da tomada também pode reduzir o consumo de energia elétrica da empresa.

Utilize fontes alternativas de energia renovável: Nos processos de produção da sua empresa dê preferência ao uso de energias limpas — como energia solar e da eólica. E se, por um lado, o investimento financeiro é de longo prazo, os benefícios do ponto de vista da sustentabilidade são imediatos! 

Invista na reciclagem: Se não vai mais utilizar, encontre uma maneira de reciclar os materiais que antes seriam descartados. Os papéis que foram utilizados para impressão e não servem mais, podem virar folhas de rascunho ou pequenos blocos de anotação. Além disso, você pode espalhar pela empresa lixeiras, para facilitar a separação do lixo orgânico do lixo reciclável, por exemplo. 
Invista em treinamentos sobre sustentabilidade: Promova treinamentos sobre sustentabilidade para a sua equipe de trabalho, mostre a importância de adotar práticas sustentáveis, não só no ambiente empresarial, mas também em casa e nas ruas das cidades onde cada um reside. 

Crie projetos de preservação do meio ambiente: Crie, dentro de sua empresa, com a ajuda de seus colaboradores, projetos de preservação do meio ambiente. Esta é uma maneira eficiente de ser ainda mais sustentável e de agregar valor diante de seus clientes e stakeholders.

Respeite as leis ambientais: Muitos países, hoje em dia, têm leis ambientais que precisam ser cumpridas, não só por empresas, mas também pela sociedade como um todo. Neste sentido, é primordial que você conheça a fundo a lei, como ela funciona, bem como quais são suas obrigações enquanto empresário e empreendedor, para não ferir qualquer uma de suas normas.

Não polua: A poluição do meio ambiente é uma das formas que mais o degrada, e que impacta diretamente no nosso modo de viver, pois, a partir do momento que uma empresa lança produtos químicos nos rios, por exemplo, ela está poluindo o lugar em que muitos animais vivem e consequentemente, tiram o sustento de muitas famílias, que vivem somente disso. www.marcusmarques.com.br. https://vexia.com.br. marcelo_creao@yahoo.com.br.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »