05/07/2020 às 07h00min - Atualizada em 05/07/2020 às 07h00min

Um Novo Tempo

Lana Chucre. Foto: Arquivo Pessoal.


“A vida começa a cada manhã”
Joel Olsteen

O Mundo parou e nos obrigou a parar também. A humanidade vivia tão acelerada, estressada, conectada e desconectada emocionalmente, tudo mudou do dia para noite.

Enquanto seres humanos, somos uma espécie que tem a capacidade de ressignificar comportamentos, atitudes, emoções, entre outros. O desenvolver do conhecimento nos leva a sermos um eterno aprendiz, aprendemos que a dor tem gerado uma experiência única para cada indivíduo e ao mesmo tempo a esperança de dias melhores na busca de um novo sentido da vida.

Segundo Viktor Frankl (1984), o sentido da vida é “encontrar um propósito em assumir a responsabilidade para conosco e para com o outro”. Assim, cada um de nós devemos buscar o motivo de nossas angústias, dores, desesperos, ansiedade, incertezas, mesmo em um cenário desfavorável.

Entretanto, como seres pensantes e inteligentes, temos a força de ressignificar e treinar emoções, mudar estilos de vida, reciclar pensamentos e inovar comportamentos. Mudanças que geram melhoras na saúde mental*, amor pela vida e uma realidade mais empática.

*Saúde Mental saudável é um estado de bem-estar no qual a pessoas é capaz de desenvolver e se apropriar de suas capacidades, enfrentar o estresse normal da vida, trabalhar de modo produtivo e frutífero, além de contribuir para sua comunidade – OMS Nesse novo tempo, cada um de nós estamos desenvolvendo a empatia afetiva, uma experiência emocional inacreditável de ter sensibilidade às emoções do outro. Um sentimento de compaixão e interesse de como posso ajudar o próximo sem deixar de entender o que sinto, reconhecendo que a vida tem suas incertezas, mas podemos manter o equilíbrio emocional. É fundamental acolher e se permitir vivenciar a dor da perda, ter coragem para enfrentar o que está a nossa frente e nunca desistir de tentar recomeçar.

Espero que a humanidade caminhe com responsabilidade e força para um agir saudável. O que determinará como iremos viver em um novo tempo será a forma que vamos encarar os desafios da vida, criando oportunidade de se reinventar e entender que nossos sonhos podem ser alcançados.

Por -Ivana Benjamim Costa Mouta: Psicóloga Clínica, especialista em bioética, gestão empresarial, formação em dinâmica dos grupos e terapia de casal e família.





Lana Chucre
Formada em sistema da informação 
Relacionadas »
Comentários »