19/08/2020 às 15h14min - Atualizada em 19/08/2020 às 15h14min

Funcionário morre dentro do Carrefour e corpo é escondido com guarda-sóis.

Da Redação
Foto: Reprodução
Moisés Santos, de 53 anos,  era representante de vendas e morreu enquanto trabalhava no supermercado Carrefour no Recife.

O homem  teria sido vítima de um infarto, e seu corpo ficou no supermercado aguardando o Instituto Médico Legal (IML) das 7h às 11h30, com o estabelecimento cheio e pessoas, funcionando normalmente.

A atitude da empresa ganhou grande repercussão nas redes sociais, e muitas críticas por tamanha insensibilidade. 

“Parecia que nada estava acontecendo!!! Pessoas comprando na loja e o corpo da pessoa lá! Cheio de seguranças redor!!!” declarou uma moradora da região que estava no supermercado no momento do acontecido. 

Em nota a empresa lamentou o ocorrido e garantiu que a equipe de prevenção e riscos acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) assim que o trabalhador começou a passar mal. A nota diz ainda que o Carrefour "seguiu todos os protocolos durante o socorro e após o falecimento".

Notícias Relacionadas »
Comentários »