20/05/2019 às 18h00min - Atualizada em 20/05/2019 às 18h00min

CPI de Brumadinho ouve depoimento de funcionários da empresa Potamos

A reunião atende a requerimento dos deputado Rogério Correia (PT-MG) e Igor Timo (Pode-MG).

EBC
A CPI de Brumadinho tem reunião marcada para esta terça-feira (21) para ouvir depoimentos e votar requerimentos. (Reprodução/Facebook)
A CPI de Brumadinho tem reunião marcada para esta terça-feira (21) para ouvir depoimentos e votar requerimentos. A reunião atende a requerimento dos deputado Rogério Correia (PT-MG) e Igor Timo (Pode-MG).

Correia explica que a empresa Potamos celebrou contrato com a Vale em 2017, juntamente com outras empresas consorciadas, como a TÜV SÜD, para a realização do Cálculo de Risco Monetizado de cerca de 12 barragens, entre as quais constava a barragem B1 da Mina de Córrego do Feijão. “Consta, contudo, que posteriormente houve divergências, além de aspectos financeiros, também quanto ao cálculo do fator de risco da Barragem B1 entre as empresas subcontratadas”, afirma. 

O parlamentar entende que a convocação e funcionários da Potamos é essencial para o esclarecimento do que aconteceu nos meses e dias anteriores ao rompimento da barragem B1 da Mina de Córrego do Feijão. “Também é preciso definir o conhecimento da situação da barragem entre os diferentes funcionários e níveis de decisão da empresa, a fim de estabelecer as respectivas responsabilidades”, acrescenta.

Serão ouvidos: 
- o engenheiro da empresa Potamos, Fernando Alves Lima;
- o diretor da empresa Potamos, Rodrigo de Almeida Leite Barbosa
- a engenheira geotécnica vinculada à gerência de geotecnia da Vale, Cristina Heloiza da Silva Malheiros; e 
- o gerente afastado da Vale, Alexandre de Paula Campanha.

A reunião será realizada às 14h30, no plenário 11. 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »