01/09/2020 às 18h49min - Atualizada em 01/09/2020 às 18h49min

Aprovado em chamada pública, projeto defende bombeamento de água movido por energia solar.

O objetivo é alcançar soluções inovadoras para a problemática do abastecimento de água em comunidades rurais do Amapá sem acesso à energia elétrica convencional.

Ascom Gea
Foto: Rafael Aleixo
Outro projeto selecionado em edital do Governo do Amapá, em comunidade do Arquipélago do Bailique.

Energia solar pode ser a solução para o abastecimento de água em comunidades rurais que não têm acesso à energia elétrica convencional. Esse estudo é de um amapaense e faz parte dos projetos aprovados na chamada pública fruto da cooperação entre o Governo do Amapá e o Governo de São Paulo para o incentivo e apoio às pesquisas colaborativas.

O Amapá divulgou o resultado final do edital do Programa de Cooperação Científica, Tecnológica e Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap) com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

A chamada lançada em setembro de 2019 ofertou por projeto R$ 50 mil pela Fapeap e R$ 200 mil pela Fapesp para pesquisadores e instituições amapaenses e paulistas. Todas as informações sobre o processo podem ser acessadas em www.fapeap.portal.ap.gov.br.
 

Entre os projetos aprovados na chamada está o do professor Alaan Ubaiara, da Universidade Federal do Amapá (Unifap), denominado de Desenvolvimento de um método empírico de estimativa do volume diário de água bombeado por sistemas fotovoltaicos de bombeamento.

O projeto tratará da problemática do abastecimento de água em comunidades rurais sem acesso à energia elétrica convencional através da utilização de Sistemas Fotovoltaicos de Bombeamento de Água (SFB).

“Este método servirá ao projetista como ferramenta alternativa para estimativa do volume de água. Além disso, o projeto também vai proporcionar modernização da infraestrutura laboratorial dedicada à pesquisa com sistemas fotovoltaicos aqui no Amapá”, descreveu Alaan Ubaiara, coordenador do projeto.

Sobre a cooperação

O Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (LSF-IEE/USP) ao longo dos últimos 15 anos tem dedicado atenção aos problemas associados com o fornecimento de água e a utilização da energia solar fotovoltaica.

A cooperação estabelecida com o curso de Engenharia Elétrica da Unifap é muito importante para condução das pesquisas na área de sistemas fotovoltaicos que estão sendo desenvolvidas atualmente.

Notícias Relacionadas »
Comentários »