10/09/2020 às 15h18min - Atualizada em 10/09/2020 às 15h18min

Jucap suspende atendimento para migrar dados para o novo sistema de registro e consultas de empresas no Amapá.

No período das mudanças a Junta Comercial também promoverá treinamentos e capacitação para os servidores e usuários dos serviços.

Ascom Gea
Foto: Maksuel Martins
Novos sistemas da Jucap serão mais simples e ágeis

A Junta Comercial do Amapá (Jucap) estará suspendendo os serviços online em dois momentos neste mês de setembro devido a implantação e migração para o novo aparelhamento eletrônico de registros e consultas previas de empresas.

O primeiro período será de 11 a 23 de setembro nos serviços de consultas previas de empresas, que estarão disponíveis dentro do Sistema Integrado. No segundo momento, a suspensão das atividades será de 17 a 23 para substituição do sistema de registro de empresas, que a partir desse período será o Sistema de Registro Mercantil (SRM).

 

Para o diretor-presidente da Jucap, Gilberto Laurindo, as mudanças viabilizarão maior eficiência na execução dos serviços de registro e na comunicação entre os órgãos que integram a REDESIM.

“Vamos parar para as mudanças, pois, o atual sistema não mostra mais funcionalidade exigida pelo momento tecnológico que se apresenta. Então, decidimos por esse novo aparelhamento que será mais simples e ágil”, destacou Laurindo.

No período de implantação dos novos sistemas, a Junta Comercial também promoverá treinamentos e capacitação para os servidores e usuários dos serviços, como contadores e empreendedores.

Todos os detalhes da REDESIM e as etapas de como abrir uma empresa podem ser acessados pelo endereço eletrônico - https://www.jucap.ap.gov.br.

REDESIM

A Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM), criada pela Lei federal nº 11.598, de 03 de dezembro de 2007, é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário.


Notícias Relacionadas »
Comentários »