11/09/2020 às 11h19min - Atualizada em 11/09/2020 às 11h19min

Verificação de taxímetros em Santana/Ap ocorre neste domingo.

O procedimento que iniciou em fevereiro foi interrompido devido a pandemia do novo coronavírus. Dos 137 táxis do município, 53 ainda não concluíram o procedimento obrigatório.

Ascom Gea
Foto: Arquivo/Ipem
A aferição dos taxímetros é obrigatória para garantir a regularidade na prestação do serviço

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem/AP) estará dando continuidade, neste domingo, 13, ao processo de eferição de taxímetros no município de Santana. De acordo com o órgão, dos 137 veículos que trabalham com o serviço de táxi, 53 ainda não concluíram o procedimento, que é obrigatório. O serviço inicia a partir das 8h, na avenida Santana, ao lado do 4º Batalhão de Polícia Militar, no centro da cidade.

De acordo com o coordenador técnico operacional do Ipem/AP, Ronildo Nobre, atualmente 137 veículos têm a permissão para operar o serviço de táxi em Santana. Desses, sete apresentaram irregularidades e foram encaminhados para uma oficina credenciada pelo órgão para se adequar às normas. 40 precisam concluir o procedimento iniciado em fevereiro e paralisado devido à pandemia do novo coronavírus, e seis que ainda não procuraram o órgão para pagar a taxa de R$ 52,18 referente ao serviço de verificação.

“Estaremos realizando o procedimento para que todos os veículos possam operar o serviço de forma regular. Tivemos a situação da pandemia que nos obrigou a paralisar o trabalho. Por conta dessa situação, vamos atender esses profissionais para que não fiquem irregular”, informou o coordenador.

Ele acrescentou que os seis proprietários que ainda não quitaram a taxa de verificação, poderão se dirigir ao local para se informar sobre o procedimento.

A ação deve seguir até a conclusão da verificação. O permissionário que deixar de realizar o procedimento estará sujeito às penalidades previstas na Lei 9933/99.


Notícias Relacionadas »
Comentários »