17/09/2020 às 12h16min - Atualizada em 17/09/2020 às 12h16min

Operação Marítima prende “Coiote” e 3 imigrantes ilegais sírios na fronteira de Oiapoque/Ap.

Operação comandada pelo delegado Charles Corrêa da Polícia Civil, efetuou a prisão de um "Coiote" e 3 imigrantes ilegais sírios.

Da Redação
Foto: Polícia Civil
Operação marítima coordenada pelo delegado da Polícia Civil, Charles Corrêa, com apoio da Companhia de Operações Especiais (COE), unidade especializada do Batalhão de Operações Especiais, prendeu nesta quarta- feira (16), no rio Oiapoque próximo à ponte binacional, um “coiote” e três  cidadãos sírios.




Os imigrantes iriam entrar de forma ilegal na Guiana Francesa com ajuda do “coiote” que recebe dinheiro para conduzir os imigrantes pelas áreas de fronteira.

Devido a extensão da fronteira entre Oiapoque e Guiana Francesa, o tráfico de drogas, armas, contrabando, imigração ilegal e até mesmo o tráfico de pessoas é muito comum. 

A operação marítima foi deflagrada para reprimir as práticas ilegais na região. 



 “Iniciamos essa operação marítima no sentido de reprimir essa prática do transporte de imigrantes ilegais e materiais ilícitos para ares de garimpo entre Oiapoque e a Guiana Francesa. Esse coiote preso já é investigado por tráfico internacional de drogas. Ele não tem habilitação marítima e fazia a condução ilegal de imigrantes que tentavam entrar ilegalmente na Guiana Francesa. Realizamos a abordagem e acionamos a Polícia Federal (PF). Vamos intensificar cada vez mais essas fiscalizações. É importante frisar o apoio irrestrito da Polícia Militar, através do Bope, nessas missões que são consideradas de alto risco”, declarou o delegado Charles que coordena a operação.


Notícias Relacionadas »
Comentários »