03/11/2020 às 13h00min - Atualizada em 03/11/2020 às 13h00min

Polícia Federal deflagra Operação Proditor que investiga desvio de benefícios do INSS no Amapá.

Da Redação
Foto:Polícia Federal
A Polícia Federal (PF) amanheceu nas ruas de Macapá, no Amapá, cumprindo quatro mandados de busca e apreensão, durante a Operação Proditor, que investiga um esquema criminoso de desvio nos valores de benefícios concedidos pelo instituto Nacional do Seguro Social (INSS), no Amapá.

As investigações foram iniciadas a partir de denúncia feita por um beneficiário do instituto que foi vítima do golpe, e, com apoio da Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária (COINP), foi apurado que os investigados se apropriaram de grande parte dos valores de benefício concedido, com o pretexto de ajudar na sua obtenção.

Ainda de acordo com a PF, os segurados já tinham a concessão do benefício garantido, mas não sabiam disso. O golpe ocorria nesse momento. Os investigados pediam parte do valor para ‘acelerar’ a garantia. Até o momento o valor total apropriado pelos investigados é superior a R$ 60 mil. 



Os alvos da operação, que não tiveram nomes divulgados pela PF, devem responder pelo crime de corrupção passiva. Se condenados, poderão cumprir pena de até 12 anos de prisão.

Notícias Relacionadas »
Comentários »