11/11/2020 às 13h27min - Atualizada em 11/11/2020 às 13h27min

Eleições 2020: Administração do MP-AP reúne com CAO Eleitoral e alinha últimos detalhes na estrutura de apoio aos promotores eleitorais.

MP-AP
Foto: MP-AP

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (10), a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá, Ivana Cei, acompanhada do chefe de gabinete, em exercício, e do secretário-geral do MP-AP, André Araújo e Alexandre Monteiro, respectivamente, reuniram com o coordenador do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (CAO Eleitoral), Ricardo Crispino, para alinhar os últimos detalhes na estrutura de apoio aos promotores eleitorais e auxiliares que vão trabalhar no dia da eleição, no próximo domingo (15). O encontro também contou a presença da corregedora-geral da instituição, Estela Sá.

 

Em todo Estado, equipes estarão trabalhando na fiscalização para garantir que os eleitores tenham plena liberdade no exercício da sua cidadania e possam escolher livremente em quem votar para administrar o município onde moram. Para isso, a administração do MP-AP está disponibilizando toda estrutura de transporte, equipamentos de tecnologia da informação, alimentação e equipes de suporte para o trabalho de fiscalização.

André Araújo e Alexandre Monteiro estão à frente dessa organização administrativa e chamaram setores estratégicos como: Divisão de Transporte, Departamento de Tecnologia da Informação, Assessoria de Comunicação e a gestora do Contrato de Serviço de alimentação, para participarem da reunião e informarem os últimos encaminhamentos.

 

Mais de 50 servidores e colaboradores estarão trabalhando, a maioria, antes mesmo do dia de votação, dando suporte aos 10 promotores eleitorais e 9 promotores auxiliares que estarão atuando na fiscalização do pleito, e que terão à disposição 24 veículos, bem como notebooks, aparelhos celulares e modem para internet móvel.

 

O coordenador do CAO Eleitoral confirma que todo o suporte necessário foi providenciado pela PGJ para que os membros possam desempenhar suas funções com agilidade e presteza no cumprimento da sua missão de zelar pela lisura do processo de votação.

 

“É imprescindível garantir essa estrutura ao MP Eleitoral para que os membros possam se concentrar na fiscalização e combate aos crimes eleitorais, bem como às orientações quanto ao respeito e cumprimento dos protocolos sanitários recomendados para prevenção à Covid-19. Estamos preparados para nossa missão institucional”, salientou Ivana Cei.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »