21/11/2020 às 15h00min - Atualizada em 21/11/2020 às 15h00min

Plasma do cordão umbilical é testado em pacientes com COVID-19

A Cryopraxis, através da subsidiária CellPraxis, iniciou o ensaio clínico para uso do PlasmaCord® em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva com o novo coronavírus. O objetivo é testar o Produto de Terapia Avançada derivado do plasma do sangue de cordão umbilical.

DINO
http://www.cellpraxis.com.br
PlasmaCord - CellPraxis

A Cryopraxis, através da subsidiária CellPraxis, iniciou o ensaio clínico para uso do PlasmaCord® em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva com o novo coronavírus. O objetivo é testar o Produto de Terapia Avançada (PTA) derivado do plasma do sangue de cordão umbilical quanto a sua composição e atividades anti-inflamatórias e imunomoduladoras, analisando a tolerabilidade e eficácia no processo terapêutico da síndrome respiratória aguda grave decorrentes da infecção da Covid-19.

O estudo foi aprovado pelo Sistema CEP/Conep e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Inicialmente a pesquisa será feita com dez pacientes graves internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. Eles receberão uma dose única de 25 mL de PlasmaCord®, administrado de forma intravenosa.

"Nesse ensaio clínico, todos os nossos esforços estão voltados para melhorar e prolongar a vida dos pacientes com quadro grave da Covid-19", afirma Eduardo Cruz, sócio da Cryopraxis.

O grupo será acompanhado criteriosamente pelas equipes médicas e multiprofissionais, que irão monitorar a evolução de cada caso com exames laboratoriais e de imagens que serão feitos regularmente durante o período de internação hospitalar.

"A pandemia do coronavírus abriu a todo vapor o motor de Pesquisa & Desenvolvimento em Biotecnologia. Vários candidatos a vacina e tratamentos em potencial foram colocados em desenvolvimento em todo o mundo", explica Hugo Cabrera, consultor de negócios da CellPraxis.

Atualmente, a Cryopraxis é o maior banco de células-tronco do sangue do cordão umbilical e placentário da América Latina, responsável pelo armazenamento e processamento de mais de 40 mil amostras. Ao longo de sua trajetória de quase 20 anos, a empresa alcançou a liderança absoluta no setor mantendo os principais certificados e creditações internacionais de garantia da qualidade e boas práticas de gestão, entre eles a da Associação Americana de Bancos de Sangue (AABB), que atesta que suas unidades são adequadas para a utilização em centros de transplantes dentro e fora do Brasil.

Fundada em 2008, a CellPraxis Bioengenharia é uma das primeiras empresas a se dedicar a Produtos de Terapias Avançadas no Brasil, atuando na área da Medicina Regenerativa, especialmente em doenças para as quais as alternativas de tratamentos são inexistentes ou não se apresentem eficazes. A Cellpraxis faz parte do Grupo Axis Biotec, que possui ampla experiência em Pesquisa e Desenvolvimento e em tradução de pesquisas científicas em opções terapêuticas seguras e comercialmente viáveis.


Notícias Relacionadas »
Comentários »