02/06/2019 às 16h00min - Atualizada em 02/06/2019 às 16h00min

Saúde: atividades preventivas são feitas em Escolas da Capital

As atividades já aconteceram nas escolas Rondônia, Rizalva Freitas, no bairro Pantanal, e na Creche Luzia Costa, no distrito do Coração.

Prefeitura Macapá
Nas escolas Rondônia e Rizalva, os alunos participaram de palestra sobre bullying, depressão, automutilação, além de rodas de conversa sobre saúde sexual e reprodutiva, além de orientações em saúde bucal. (Prefeitura da Macapá)

A importância de ter hábitos saudáveis, alimentação balanceada e uma boa saúde bucal têm sido tema de ações desenvolvidas pelo Programa Saúde na Escola em diversos estabelecimentos de ensino do município. As atividades já aconteceram nas escolas Rondônia, Rizalva Freitas, no bairro Pantanal, e na Creche Luzia Costa, no distrito do Coração.

Nas escolas Rondônia e Rizalva, os alunos participaram de palestra sobre bullying, depressão, automutilação, além de rodas de conversa sobre saúde sexual e reprodutiva, além de orientações em saúde bucal. “Para cada faixa etária, temos uma abordagem diferente, mas todas no sentido de orientar esses alunos, principalmente, na manutenção à saúde, sempre tentando integrar serviço de saúde e família, para que esse trabalho tenha continuidade no ambiente doméstico”, esclarece a coordenadora do programa, Ellen Suelen.

 

Já na Creche Luzia Costa, as crianças passaram por avaliação antropométrica e receberam kits de higiene bucal com fio dental, escova e pasta de dentes. Para a coordenadora, os resultados dessas atividades são excelentes e faz com que os alunos aprendam e levem a informação e orientação aos pais em suas casas, se transformando em multiplicadores de prevenção. “Ensinar as crianças a cuidarem dos dentes desde pequeno é um investimento que traz benefícios para o resto da vida, pois cria hábitos saudáveis e estimula o cuidado pessoal”, afirma.

 

A avaliação e promoção de saúde bucal é uma ação essencial. Com base nela, é possível planejar ações para a promoção da saúde da comunidade escolar. Além da avaliação, a equipe orienta todo o corpo pedagógico para que os professores e gestores participem, direta ou indiretamente, como promotores da saúde dos alunos e orientem de forma efetiva os pais sobre a importância da saúde no desenvolvimento das crianças.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »