04/06/2019 às 20h00min - Atualizada em 04/06/2019 às 20h00min

Davi confia em aprovação de créditos orçamentários fora da regra de ouro

Na opinião de Davi Alcolumbre, o tempo suficiente para análise das MPs é mais importante do que questionar a quantidade de MPs, que considera tratar-se de uma decisão do governo.

Agência Senado
Para Davi Alcolumbre, a votação da MP é prioritária para assegurar celeridade e tranquilidade ao governo. (Jefferson Rudy/Agência Senado)

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, declarou que a votação do projeto que autoriza operações de crédito de R$ 248,9 bilhões —incluído na pauta da reunião do Congresso Nacional agendada para a quarta-feira (5) — é prioritária para assegurar “celeridade e tranquilidade” ao governo. Ele manifestou seu otimismo com a aprovação do PLN 4/2019.

— Conversei com todos os senadores da Comissão Mista de Orçamento, que também tiveram várias audiências com a equipe econômica. Está praticamente acertada a aprovação do valor que o governo pediu de crédito para cumprir a regra de ouro.

Davi também comemorou o resultado do acordo, celebrado na semana passada, que viabilizou a votação das três medidas provisórias prioritárias para o governo. Porém, ele criticou o prazo restrito para deliberação das MPs e defendeu como “razoável” a proposta de emenda à Constituição que estabelece 90 dias de tramitação na Câmara e 30 dias no Senado.

— Espero que o presidente [da Câmara] Rodrigo Maia rapidamente vote a nossa emenda constitucional, que o Senado votou há nove anos e já está pautada na Câmara. Espero, de uma vez por todas, resolver esse problema — enfatizou.

Na opinião de Davi Alcolumbre, o tempo suficiente para análise das MPs é mais importante do que questionar a quantidade de MPs, que considera tratar-se de uma decisão do governo.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »