08/06/2019 às 16h00min - Atualizada em 08/06/2019 às 16h00min

Artesãos faturam R$ 2,4 mil com a venda de 180 peças no Festival Brasil Sabor

Transporte de peças do Maruanum e Mazagão Velho até Macapá permitiu a presença do segmento nos três dias de evento.

Portal Amapá
Peças produzidas pelas Louceiras do Maruanum encantaram o público que visitou o estande montado pela Sete. (Philippe Gomes / Secom)

Os artesãos dos distritos do Maruanum, na área rural de Macapá, e de Mazagão Velho, em Mazagão, têm motivos de sobra para comemorar a participação no 14º Festival Brasil Sabor, que ocorreu nos dias 31 de maio, 1 e 2 de junho, no Sebrae, em Macapá. Foram comercializadas cerca de 180 peças, num total R$ 2.468,00 de faturamento. O transporte do material até o festival e o apoio logístico ficaram sob a responsabilidade da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete).

Dona Marciana Nonato, da Associação Louceiras do Maruanum, considerou positiva a presença no festival. As louças de barro encantaram o público e muita gente agendou encomendas. “Só o fato de poder expor e vender nosso artesanato num evento tão grandioso como este já é uma grande vitória. Agradeço ao pessoal da Sete por ter transportado nossas peças do Maruanum até a capital e pelo acompanhamento durante todo o evento. Este apoio foi fundamental para nossa comunidade”, avaliou a artesã.

Já Ezequiele Lima, do Distrito de Mazagão Velho, levou para o festival artesanato com grafismo Maracá & Cunani. “O acabamento e a diversidade das peças atraíram os olhares e muita gente comprou para decorar ambientes ou dar de presente”, explicou.

A Sete e a Secretaria de Estado da Comunicação (Secom) confeccionaram material publicitário sobre as Louceiras do Maruanum e Maracá & Cunani, com informações ao público que visitou o estande onde as peças ficaram expostas. O artesanato foi transportado pela Sete dos dois distritos até à área do estacionamento do Sebrae, onde ocorreu o Festival Brasil Sabor.

“Tivemos o cuidado de levar o material com segurança e transportar de volta às comunidades. O governo do Estado teve a preocupação de garantir a participação dos artesãos no festival. É uma forma de mostrar à sociedade amapaense e para o mundo o que é produzido nestas localidades e gerar emprego e renda”, informou Marcella Chesca, secretária do Trabalho e Empreendedorismo.

O 14º Festival Brasil Sabor foi realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) com o apoio do Governo do Estado do Amapá (GEA), Sebrae e Prefeitura de Macapá.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »