10/06/2019 às 06h00min - Atualizada em 10/06/2019 às 06h00min

Programa de Mediação Escolar do TJAP ajusta ações para formação de novos alunos conciliadores

A Escola Coelho Neto será a primeira, iniciando a formação hoje, 10 de junho.

TJAP
Cada turma terá, inicialmente, 45 alunos, os quais passarão pelo estágio supervisionado nas suas respectivas escolas após o curso de uma semana. (TJAP)

A coordenação do Programa de Mediação Escolar e Social do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) reuniu-se  com integrantes dos Núcleos de Mediação Escolar de escolas da rede estadual de ensino, com objetivo de tratar do início de mais um Curso de Formação de Alunos Conciliadores. Farão parte desta edição alunos das escolas estaduais Coelho Neto, Sebastiana Lenir e Antônio Cordeiro Pontes. A Escola Coelho Neto será a primeira, iniciando a formação hoje, dia 10 de junho.

De acordo com Euzinete Bentes, responsável pelo Programa de Mediação Escolar e Social,  disse que a Escola Coelho Neto foi escolhida pelo fato de que irá realizar a  3ª edição do curso e tem colhido muitos frutos desse trabalho. "Alunos formados na 1ª edição, já ajudaram na realização da 2ª edição, além disso, já desenvolveram várias atividades dentro da escola, após terem passado pela capacitação”.

Cada turma terá, inicialmente, 45 alunos, os quais passarão pelo estágio supervisionado nas suas respectivas escolas após o curso de uma semana. Em novembro deste ano os alunos que fizerem a formação receberão certificação no Plenário do TJAP.

“Será uma maravilhosa oportunidade para capacitar os alunos nos métodos consensuais de solução de conflitos. Temos a certeza que o curso irá contribuir muito para que o aluno consiga resolver seus conflitos de forma pacífica, principalmente conflitos internos”, finalizou a coordenadora do Programa de Mediação Escolar e Social.

A Escola Coelho Neto realizará o curso no período de 10 a 14 de junho. As demais ainda com início a confirmar, em função da paralisação das aulas.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »