19/02/2021 às 10h42min - Atualizada em 19/02/2021 às 10h42min

A Justiça não para: Comarca de Santana/Ap intensifica audiências por videoconferências para garantir a prestação jurisdicional

De acordo com a diretora do Fórum, juíza Carline Nunes, todas as audiências realizadas ocorrem de forma virtual, para garantir que os andamentos processuais transcorram normalmente.

Tjap
Foto: Tjap

Com oito unidades, sendo três varas Cíveis, duas Criminais/Tribunal do Júri, uma da Violência Doméstica, um Juizado Cível e Criminal e uma Vara da Infância, o Fórum da Comarca de Santana, desde o início da pandemia do coronavírus, tem concentrado esforços na realização de audiências por videoconferência, garantindo que a prestação jurisdicional não seja prejudicada.
 

De acordo com a diretora do Fórum, juíza Carline Nunes, todas as audiências realizadas ocorrem de forma virtual, para garantir que os andamentos processuais transcorram normalmente. O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador João Lages, parabenizou a magistrada pela alta produtividade que vem sendo desempenhada pela segunda maior comarca do estado. 
 

O desembargador-presidente ressaltou que a suspensão dos atendimentos presenciais ao público em todas as comarcas do estado foi necessária não só para garantir a continuidade da prestação jurisdicional, mas também preservar a vida e a saúde de magistrados, servidores, colaboradores e da população. 


 

“Nós optamos pela vida e pela saúde das pessoas, mas sem desatender a celeridade processual. Para isso, investimos maciçamente na área de tecnologia da informação, possibilitando a utilização de ferramentas virtuais para a realização das audiências on-line”, destacou.
 

Mesmo com as dificuldades enfrentadas com as mudanças climáticas, oscilação de internet e o apagão ocorrido em 2020, o chefe do Poder Judiciário estadual assegurou que tem se empenhado para melhorar sempre os serviços prestados à população. 
 

“Temos consciência de que algumas pessoas não contam com acesso à internet de qualidade, mas estamos estudando mecanismos para a implantação de postos avançados nas localidades que mais carecem de tecnologia, a fim de garantir o atendimento a todos”. 
 

Além da Comarca de Santana, o desembargador-presidente João Lages também parabenizou a todos os magistrados, servidores e colaboradores que, mesmo diante da pandemia do coronavírus, fizeram com que o Judiciário do Amapá fosse reconhecido pelo CNJ como a oitava melhor Justiça estadual do país.


Notícias Relacionadas »
Comentários »