22/02/2021 às 11h34min - Atualizada em 22/02/2021 às 11h34min

PF deflagra "Operação Sufrágio Livre" e investiga servidor público por compra de votos com cestas básicas e bomba de água em Oiapoque/Ap.

Pratica teria ocorrido durante o pleito de 2020.

Polícia Federal
Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou, nesta segunda-feira (22), a "Operação Sufrárgio Livre", no município de Oiapoque, no extremo norte do estado do Amapá. Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão em uma residência naquela cidade, com o objetivo de combater a prática do crime de corrupção eleitoral.

 A investigação foi iniciada após denúncia de que, na eleição municipal de 2020, teria ocorrido compra de votos em Oiapoque por meio da entrega de bens como cestas básicas, bombas de água e outros.

Os trabalhos policiais identificaram um servidor contratado pela Prefeitura, que teria intermediado a compra de votos para um dos postulantes ao cargo de prefeito.

Os envolvidos responderão, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de corrupção eleitoral, que tem pena prevista de quatro anos de reclusão.

O nome da operação remete à necessidade de o voto ser livre, sem qualquer interferência, garantindo a liberdade de participação da população na escolha de seus representantes.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »