25/02/2021 às 15h46min - Atualizada em 25/02/2021 às 15h46min

Pesquisadores da Unifap desenvolvem aplicativo móvel para auxiliar no tratamento de pacientes com doença de Parkinson.

O aplicativo estará disponível inicialmente aos pacientes do Projeto Reviver Unifap.

Ascom/Unifap
Foto: Ascom/Unifap

A pesquisa surgiu através do projeto da doutoranda do programa de Pós-Graduação em Inovação Farmacêutica (PPGIF) Prof.ª. Msc. Viviane Cardoso, do curso de Medicina, juntamente com o bolsista Rainério Costa, sob orientação da Prof.ª. Drª. Lorane Hage Melim do curso de Farmácia e co-orientação do Profº. Dr. Rafael Pontes do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Eles estão desenvolvendo um aplicativo móvel que tem como objetivo, por meio do uso de tecnologia, promover a autonomia do tratamento medicamentoso e melhoria da qualidade de vida dos pacientes que vivem com a doença de Parkinson.


 

O acesso ao aplicativo será primeiramente disponibilizado para os pacientes do Projeto Reviver Unifap. “O aplicativo os auxiliará na gestão do tratamento medicamentoso, assim como realizar os registros de informações importantes como se fosse um diário de bordo. Essas informações poderão ser utilizadas posteriormente pelo médico que acompanha o paciente”, explica a Prof.ª. Drª. Lorane Melim. De acordo com ela o projeto não só atende pacientes com Parkinson, mas também pacientes que possuem Alzheimer. “O Projeto Reviver é um projeto de extensão que atende pessoas que vivem com a doença de Parkinson e/ou Alzheimer, assim como seus cuidadores, com objetivo de melhorar a qualidade de vida deles”, completa.

 

O uso da tecnologia também tem sido uma ferramenta essencial para a divulgação das ações feitas dentro do Projeto Reviver, o qual possui dois canais disponíveis na plataforma digital Youtube.  “No nosso laboratório temos 2 canais no Youtube. O primeiro é o “Projeto Reviver Unifap” para divulgação das atividades extensionistas do projeto onde todas as áreas abordam sobre um tema. Confeccionamos um vídeo e disponibilizamos para a sociedade. O outro é o “Prof.ª. Drª. Lorane Hage Melim” e tem como objetivo divulgar resultados de nossas pesquisas, assim como conteúdos de disciplinas que são ministradas na graduação e pós-graduação”. Explica a Prof.ª. Drª. Lorane Melim. Por meio desses canais o conteúdo produzido consegue alcançar inúmeras pessoas. “Hoje a melhor forma de aproximar a universidade da sociedade é por meio de plataformas digitais. Um canal no Youtube permite divulgar, ensinar, revisar, interagir e, principalmente, aproximar as pessoas, utilizando uma linguagem acessível”. Conclui.

 

Projeto Reviver

É uma iniciativa do Laboratório de Química Farmacêutica Medicinal – PharMedChem – da UNIFAP que trabalha com uma equipe multidisciplinar de professores e acadêmicos do curso do Direito, médicos, farmacêuticos, enfermeiros, nutricionistas, educadores físicos, psicólogos, terapeuta ocupacional e fisioterapeutas,  para acompanhar pacientes portadores de Doença de Parkinson e/ou Doença de Alzheimer e seus familiares/cuidadores.


Notícias Relacionadas »
Comentários »