15/03/2021 às 21h13min - Atualizada em 15/03/2021 às 21h13min

Forças de segurança fiscalizam mais de 450 estabelecimentos em 7 dias na região metropolitana de Macapá/Ap e Santana/Ap

Os números são dos dias 9 a 14 de março e apontam infrações e descumprimentos do decreto estadual, que prevê medidas contra o avanço da pandemia.

Ascom/Gea
Foto: Reprodução SVS

Segundo relatório dos órgãos de segurança e fiscalização, a Operação Lei Seca, iniciada na última terça, 9, fiscalizou 455 estabelecimentos comerciais e abordou 1.436 pessoas. As ações ocorreram de forma integrada entre as forças de segurança, prefeituras e Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), contabilizando cerca de 725 servidores envolvidos e abrangendo diversas áreas de Macapá e Santana

O relatório também apontou a autuação de 52 infrações de trânsito. Foram realizados 537 testes de etilômetro e cinco motoristas estavam dirigindo sob efeito de álcool, o que resultou em cinco veículos recolhidos ao pátio do Detran.

Ainda foram identificadas duas pessoas que descumpriam ordem judicial e outras três pessoas foram notificadas por infração contra medidas sanitárias. No total, 10 boletins de ocorrência foram lavrados. 

“Essa operação é reflexo da situação epidemiológica do Estado. Estamos em alto risco no Amapá,  que não é diferente no resto do País. Por isso medidas mais incisivas estão sendo tomadas para a proteção à vida. É essencial evitar aglomerações e cumprir o que determina o decreto, porque somente com a união de todos vamos salvar mais vidas”, afirmou o superintendente de Vigilância em Saúde, Dorinaldo Malafaia. 

O decreto prevê Lei seca e medidas restritivas até esta segunda, dia 15, quando o Governo do Estado do Amapá irá se reunir com os prefeitos amapaenses para a discussão, adoção e divulgação de novas medidas de proteção à vida.


Notícias Relacionadas »
Comentários »