17/03/2021 às 13h48min - Atualizada em 17/03/2021 às 13h48min

Cientistas descobrem americano com superanticorpos contra a Covid-19

Norte-americano já foi contaminado pelo coronavírus e, além de não desenvolver a infecção, ficou permanentemente imune – até às variantes

Com informações Metrópoles
Foto:BBC
Pesquisadores da Universidade George Mason, nos Estados Unidos, encontraram um americano com “superanticorpos” contra a Covid-19, capazes de eliminar o coronavírus do corpo em uma velocidade surpreendentemente rápida.

Em entrevista à BBC, John Hollis – um funcionário da área de comunicação da universidade norte-americana – contou que ficou com medo de pegar a Covid-19 no ano passado, especialmente quando uma pessoa que morava com ele ficou muito doente. Mesmo assim, conseguiu atravessar o período mantendo-se ileso.

O fato chamou a atenção do médico Lance Liotta, que trabalha na mesma universidade e pesquisa formas de combater o Sars-CoV-2. Em meados de 2020, Hollis foi convidado para se voluntariar em um estudo sobre coronavírus.

Os médicos coletaram amostras de sangue de Hollis em diferentes momentos. Mediante esses exames, descobriram que John já havia sido contaminado e que os anticorpos desenvolvidos eram tão potentes que o tornaram permanentemente imune à Covid-19, inclusive contra as novas variantes em circulação.

Diferente dos pacientes regulares, que demoram um certo tempo para desenvolver anticorpos específicos após entrar em contato com o vírus pela primeira vez, o americano os produziu de maneira tão rápida que não houve tempo para a infecção se manifestar.

Segundo Liotta, o sangue de Hollis se tornou “uma mina de ouro” para que os cientistas descubram diferentes formas de atacar o vírus.

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »