15/06/2019 às 12h00min - Atualizada em 15/06/2019 às 12h00min

Prefeitura e Caesa vão trabalhar juntos em projetos de abastecimento de água para o Ambrósio e Elesbão

A parceria foi reafirmada durante encontro do prefeito Ofirney Sadala com autoridades da Caesa

Portal Amapá
No Elesbão, o prefeito e as autoridades da Caesa anunciaram melhorias nos sistema de captação e distribuição de água da comunidade. (Ronan Coutinho)

O prefeito de Santana, Ofirney Sadala, se reuniu no gabinete municipal, com o diretor-presidente da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (CAESA), Valdinei Amanajás, e  com o Gerente da Caesa/Santana, Olenilson Marques Pereira, para discutir assuntos relacionados à captação, tratamento e distribuição de água nos bairros da cidade, dentre estes Ambrósio e Elesbão.

Após conversa preliminar, o prefeito e as autoridades da Caesa se dirigiram ao Elesbão, onde visitaram a ponte por onde passa a tubulação de captação de água bruta da estatal até o sistema isolado, que atende os moradores do bairro.

Uma das providências anunciadas pelo gestor santanense foi à reforma geral da ponte, que também é utilizada no embarque e desembarque de cargas e de moradores da localidade. Em contrapartida, a Caesa se comprometeu em aumentar a captação de água bruta e, em consequência, levar mais água potável às residências.

Sobre o projeto de abastecimento de água do Ambrósio, o presidente Valdinei Amanajás disse que o primeiro passo foi dado com a aquisição dos tubos de 250 mm, a serem utilizados na rede de distribuição, que sairá do sistema central até às proximidades da comunidade. Ele acrescentou que na etapa final da obra será implantada uma tubulação de 150 mm circundando o bairro, posteriormente, uma outra de 110 mm, e, finalmente, a de 60 mm, de onde partirão as ligações domiciliares.

Para a viabilização da obra de abastecimento de água aos moradores do Ambrósio, o prefeito Ofirney Sadala garantiu a disponibilização de maquinário e pessoal, tanto para a implantação da rede de distribuição, quanto para as ligações domiciliares. “Com isso, acredito que o serviço avançará, ainda mais”, garantiu o presidente da Caesa, anunciando que os serviços começam em julho e deverão ser concluídos até o final do ano.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »