31/03/2021 às 14h41min - Atualizada em 31/03/2021 às 14h41min

Ministério da Saúde orienta que grávidas e lactantes podem tomar vacina contra covid-19

Nota Técnica do Ministério da Saúde indica a vacinação para este público, principalmente grávidas e lactantes com comorbidades.

Ascom/Gea
Foto:REUTERS/Hannah Beier/Direitos reservados

Nota Técnica emitida pelo Ministério da Saúde (MS) esclarece que mulheres grávidas e lactantes podem tomar as vacinas contra a covid-19 disponíveis no Brasil, quando enquadradas em um grupo que está sendo vacinado. De acordo com a NT 1/2021 estudos científicos ainda são iniciais em seres humanos sobre o assunto, entretanto, no mundo todo, não foram encontrados indícios que impeçam a vacinação deste público.

As vacinas ministradas no país, Astrazeneca e CoronaVac, são provenientes de plataformas de vírus inativados e de vetores virais não replicantes. Este tipo de tecnologia já foi utilizada em outras vacinas para outras patologias, e é indicada para gestantes e lactantes. Ainda, segundo a nota, esse é um indício importante para recomendar a vacinação deste grupo.

O MS recomenda que sejam vacinadas mulheres grávidas com comorbidades, já previstas no plano, de forma prioritária. As lactantes devem ser vacinadas, seguindo os mesmos critérios das grávidas, e não precisam parar a amamentação, bem como podem doar o leite para o banco de leite. A vacina não é obrigatória, caso a mulher se negue a vacinar, e mesmo aquelas vacinadas, devem manter as medidas para evitar o contágio do vírus.

Todo período de gestação deve ser acompanhado por profissionais da saúde, a própria vacina deve ser informada pela gestante para o profissional. Caso haja reação adversa é necessário procurar uma unidade de saúde para notificação e atendimento.


Notícias Relacionadas »
Comentários »