07/04/2021 às 16h53min - Atualizada em 07/04/2021 às 16h53min

Bicho-preguiça instalado na entrada do Bioparque da Amazônia/Ap é retirado para garantir a segurança física de pedestres

A intenção da direção do Bioparque era remover a estrutura para a área interna e isolar o local, mas devido ao estado de deterioração da escultura, não foi possível.

Ascom/PMM
Foto: PMM

Nesta quarta-feira (07), a Secretaria Municipal de Obras (Semob) realizou a retirada da estrutura de Bicho-preguiça presente na entrada do Bioparque da Amazonia. A remoção foi feita para preservar a segurança das pessoas que trafegam pelo local, já que a estrutura de madeira estava comprometida, como apontou laudo técnico emitido em fevereiro deste ano.

A intenção da direção do Bioparque era remover a estrutura para a área interna e isolar o local, mas devido ao estado de deterioração da escultura, não foi possível. “Nós queríamos trazer a estrutura para uma área onde será construído um jardim, mas infelizmente não foi possível. A Prefeitura de Macapá quer manter a memória deste importante símbolo e vamos estudar a substituição da estrutura”, explicou.

O engenheiro civil e subsecretário de Infraestrutura Urbana, Paulo Chucre, detalha que o tipo de madeira utilizada para a confecção da peça foi o motivo do colapso. “A estrutura foi confeccionada em madeira branca, uma madeira que estava na orla da cidade e que não recebeu o devido cuidado e preparo. Então por causa do apodrecimento da madeira, a estrutura apresentava perigo para os munícipes e servidores do parque”, informou.

A estrutura do bicho-preguiça é um símbolo do espaço administrado pela Prefeitura de Macapá e será substituída posteriormente por outra de material adequado. O apodrecimento foi identificado em uma primeira analise realizada em fevereiro pelo Corpo de Bombeiros do Amapá (CBM/AP).


Notícias Relacionadas »
Comentários »