18/04/2021 às 16h03min - Atualizada em 18/04/2021 às 16h03min

Vacinação contra a Covid-19 chega ao grupo de pessoas com Síndrome de Down e Renais Crônicos em Macapá/Ap

Segundo levantamento nacional divulgado nesta sexta-feira (17), Macapá está entre as cinco melhores capitais brasileiras no quesito eficiência na aplicação do imunizante.

Ascom/PMM
Foto: PMM

Durante todo o domingo (18), a Prefeitura de Macapá realiza a aplicação da vacina contra o novo coronavírus em diversos pontos espalhados pela capital. De acordo com o cronograma do Plano Municipal de Imunização, foram vacinadas pessoas com mais de 60 anos, crônicos renais e pessoas com síndrome de Down.

Segundo levantamento nacional divulgado nesta sexta-feira (17), Macapá está entre as cinco melhores capitais brasileiras no quesito eficiência na aplicação do imunizante. O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, ressalta que este indicador é fruto do trabalho realizado por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e voluntários envolvidos na campanha.

“Quando a gente vê Macapá tendo destaque nacional em uma pauta tão importante, isso é motivo de orgulho para todos nós. Organizamos as equipes, desempenhamos um papel fundamental com a instalação dos pontos fixos de drive thru e ações nas Unidades Básicas de Saúde”, disse o prefeito.

A vacina está disponível em quatro pontos localizados na Policlínica da zona norte, início da Rodovia do Curiaú, Praça Floriano Peixoto e Praça do Estádio Zerão. Também é mantido um posto fixo na quadra da igreja Jesus de Nazaré. O horário de funcionamento de todos os pontos é de 9h às 17h.

Pré- cadastro

Para receber o imunizante é necessário a comprovação da doença pré-existente. As pessoas com essas condições clínicas e comorbidades deverão ter feito o pré-cadastro no link (https://bit.ly/3uGPgt2) , disponível no site da Prefeitura de Macapá.

A Semsa orienta que no dia da vacinação, é necessário apresentar cópias do cartão do SUS ou CPF, comprovante de residência, atestado, laudo médico ou ainda, ficha de acompanhamento de doença crônica, além de uma autodeclaração de comorbidade assinada.

Segunda dose

A enfermeira responsável pelo drive da Praça do Estádio Zerão, Bárbara Lobo, faz um alerta para que as pessoas compareçam para a aplicação da segunda dose da vacina no público de mais de 60 anos.

“Muitas pessoas estão tomando a primeira dose do imunizante e esquecendo de retornar para a aplicação da segunda. Nós estamos aqui diariamente para atender essas pessoas e ajudar a salvar vidas”, concluiu a profissional.


Notícias Relacionadas »
Comentários »