23/06/2019 às 12h00min - Atualizada em 23/06/2019 às 12h00min

Anjos da Guarda: Projeto recebe doação de material da vara de execuções penais

O projeto tem 10 anos de implantação e recebe atualmente 290 alunos de 9 a 15 anos.

TJAP
Os polos dos projetos receberam armários, material esportivo, notebooks, caixas de som, microfones, cones, impressoras, bebedouros e uniformes completos com tênis, short, camisas e bonés. (Prefeitura de Macapá)

A Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM) recebeu nesta segunda-feira, 17, da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (Vepma), materiais no valor de R$ 71 mil para o projeto Anjos da Guarda. O recurso faz parte de um termo de parceria entre Vara e Comando da Guarda, que beneficiará os quatro núcleos do projeto nos polos da Fazendinha, Pedrinhas e residenciais Açucena e São José.

“Conhecemos o projeto e fizemos a parceria. Eles nos apresentaram o orçamento dos materiais e aprovamos tudo. É uma iniciativa que ajuda na formação de crianças e adolescentes com valores morais”, frisou Antonice de Melo, representante da Vepma e do juiz titular Rogério Funfas.

 

Os polos dos projetos receberam armários, material esportivo, notebooks, caixas de som, microfones, cones, impressoras, bebedouros e uniformes completos com tênis, short, camisas e bonés. “Esse material, além de uniformizar os alunos, também servirá de apoio para as nossas aulas práticas. Agradecemos a parceria da Vepma e a confiança pelo nosso trabalho”, destacou o coordenador do núcleo Anjos da Guarda, Rynaldo Figueira.  

 

O projeto tem 10 anos de implantação e recebe atualmente 290 alunos de 9 a 15 anos. Ele é coordenado por inspetores da corporação, que fazem um trabalho social e ajudam na formação de caráter de alunos em vulnerabilidade social.

 

Estavam presentes na entrega o comandante da Guarda, Charles Rui Secco; o subcomandante Deocival Camarão; o coordenador do polo do Residencial São José, inspetor Jeziel Costa; o coordenador do polo Açucena, inspetor Rynaldo Figueira; o coordenador do polo Fazendinha, inspetor Erlon do Espírito Santo e o coordenador das Pedrinhas, inspetor Marco Antônio Couto.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »