27/06/2019 às 10h00min - Atualizada em 27/06/2019 às 10h00min

SIGRH agiliza tramitação de processos e concede primeiras progressões funcionais

Dados funcionais dos servidores do funcionalismo agora são lançados no SIGRH que calcula a progressão automaticamente.

Portal Amapá
Suelem Amoras explicou que a sistematização dos processos vai diminuir o acúmulo de documentos e gerar economia de papel. (Maiara Pires / Secom)

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) começou a sistematizar as progressões funcionais dos servidores do funcionalismo. Com isso, os dados são lançados num sistema, o qual passa a fazer o cálculo da progressão funcional pela data de admissão do servidor. Antes, esse processo levava anos para ocorrer porque era feito de forma manual, acarretando na demora da conclusão dos procedimentos.

“A inserção dos dados no sistema tornará esse procedimento mais rápido e eficiente. Este servidor vai passar a ter a concessão da sua progressão funcional no mês em que ele der entrada no pedido, não havendo mais geração de passivos”, explicou a secretária de Estado da Administração, Suelem Amoras. Ela complementou que a medida também deve diminuir os casos de judicialização dos processos de solicitação dos benefícios.

Os dados dos servidores agora passam a ser lançados no Sistema de Gestão de Recursos Humanos e Folha de Pagamento (SIGRH). É esse sistema que calcula automaticamente a progressão a partir do momento em que os dados funcionais são lançados. E, assim, as concessões passam a ser feitas a cada 18 meses.

A Sead montou um cronograma, via SIGRH, começando pelo Grupo da Infraestrutura. As primeiras portarias foram assinadas nesta quarta-feira, 26, no prédio da secretaria, no Centro de Macapá.

 

Presente na assinatura, o representante dos sindicatos dos Servidores da Infraestrutura (Sinfra) e Sindicado dos Engenheiros do Amapá (Senge), Angelo Pinheiro, disse que a inovação da Sead em reduzir a burocracia para a tramitação dos processos atende a um antigo anseio dos servidores.

“Isso representa um ganho muito grande para o servidor que não precisará mais percorrer meses e até anos nas repartições públicas em busca dos seus direitos. O sistema se mostrou eficiente e vimos que o próprio funcionário terá autonomia para participar do processo com preenchimento online e outras funcionalidades que o SIGRH permite”, resumiu Angelo Pinheiro.

A expectativa da Secretaria de Administração é concluir o lançamento dos dados de todos os servidores do funcionalismo público até o fim de 2019. “Mas, isso vai depender da disponibilidade financeira dos cofres públicos, porque a concessão desses benefícios gera impacto na folha de pagamento”, ponderou Suelem Amoras.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »