20/07/2021 às 11h54min - Atualizada em 20/07/2021 às 11h54min

Empresário é alvo de Operação da PF que combate extração de ouro em terra indígena no Amapá.

Operação 'Kijkoveral' desarticulou organização criminosa que atuava na TI Uaçá, em Oiapoque.

Da Redação
Foto: PF/Divulgação
Na manhã desta terça-feira (20), a Polícia Federal deflagrou a Operação "Kijkoveral" que cumpriu 2 mandados de busca e apreensão em residências de investigados por exploração ilegal de ouro em terra indígena no Amapá.

Segundo as investigações da PF, ocorria a extração ilegal de ouro na Terra Indígena (TI) Uaçá, que era financiada por um empresário do município do Oiapoque, que lucrava com a mão de obra indígena. O nome do empresário não foi divulgado pela corporação. 

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Macapá e em Oiapoque. 

Os crimes investigados são o de usurpação de patrimônio da União, extração ilegal de minério e organização criminosa. Se condenados os investigados podem pegar penas de até 13 anos de reclusão e pagamento de multa.

Notícias Relacionadas »
Comentários »