20/07/2021 às 12h21min - Atualizada em 20/07/2021 às 12h21min

Chefe das Olimpíadas diz não descartar cancelamento do evento

Casos de covid-19 estão crescendo no Japão, e comitê organizador avalia situação sanitária para realização dos jogos olímpicos

Com informações poder 360
Foto:Reprodução/Instagram @Tokyo2020

O chefe do comitê organizador das Olimpíadas de Tóquio, Toshiro Muto, disse em coletiva nesta 3ª feira (20.jul.2021) que não descarta a possibilidade de cancelar os jogos de última hora. O evento tem início nesta 6ª feira (23.jul.2021). As informações são da Reuters.

Muto afirmou que se manterá atento ao número de casos de covid-19 no Japão, que estão crescendo nos últimos dias. Nesta 3ª feira, 1.400 notificações da doença foram confirmadas em Tóquio.

Os atletas começaram a desembargar na capital japonesa em 1ª de julho. Até o momento, 67 pessoas , com credenciais para os jogos, já testaram positivo para covid-19.

O 1ª caso de covid-19 na Vila Olímpia foi confirmado no último sábado (17.jul.2021). No domingo (18.jul), dois atletas sul-africanos —Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlatsi—  e 1 analista de vídeo da mesma equipe —Mario Masha receberam diagnóstico positivo para doença.

Uma ginasta norte-americana também testou positivo para covid-19 durante seu acampamento de treinamento pré-olímpico, de acordo com o Kyodo News. Ela é a primeira atleta dos EUA com diagnosticada com a doença.

O complexo de apartamentos e refeitórios da Vila Olímpica abrigará 6.700 atletas nos dias de maior movimentação. Os jogos serão realizados sem público.


Notícias Relacionadas »
Comentários »