21/07/2021 às 11h29min - Atualizada em 21/07/2021 às 11h29min

Detento que ordenava crimes de dentro da Penitenciária do Amapá é transferido para presídio federal.

As investigações demonstraram que mesmo preso no Iapen, o líder da organização criminosa continuava determinando o cometimento de crimes como homicídio e tráfico de drogas.

Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / SECOM
Após representação da Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (DECIPE), nesta terça-feira, 20, um detento do Iapen de 31 anos de idade, líder de uma organização criminosa no estado do Amapá, foi transferido para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

De acordo com o Delegado César Ávila, que representou pela transferência, durante a investigação de um homicídio ocorrido em 2019, a DECIPE realizou uma operação e apreendeu algumas armas. Posteriormente, foi possível identificar que as armas apreendidas pertenciam a um integrante de organização criminosa, que estava cumprindo pena no Iapen e determinava a morte de vários indivíduos de organizações criminosas rivais.

“As investigações demonstraram que mesmo preso no Iapen, o líder da organização criminosa continuava determinando o cometimento de crimes como homicídio e tráfico de drogas. Com isso, restou comprovado que o Iapen não possuía condições de impedir a ação do detento. Além disso, o estado do Amapá não possui estrutura para que esse detento cumprisse pena no regime disciplinar diferenciado. Diante todos esses fatos, representei pela transferência do detento para Penitenciária Federal com a finalidade de impedir que ele continuasse a cometer crimes no estado do Amapá, mesmo custodiado no Iapen”, explicou o Delegado.
Após parecer favorável do Ministério Público, o Poder Judiciário deferiu o pedido. A operação de transferência do detento para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, foi realizada pela Polícia Federal e Polícia Penal.

Notícias Relacionadas »
Comentários »