03/07/2019 às 20h00min - Atualizada em 03/07/2019 às 20h00min

Executivo entrega equipamentos de comunicação digital para o Judiciário, PF e MP

Foram distribuídos 28 rádios portáteis entre as instituições para fortalecer as ações de combate à criminalidade em todo o Estado do Amapá.

Portal Amapá
Os rádios portáteis foram cedidos a título de cooperação técnica para as instituições. (Márcio Bacelar/Sejusp)

O Governo do Estado do Amapá (GEA) entregou 28 rádios portáteis de comunicação digital à Polícia Federal, Ministério Público (MP/AP) e Tribunal de Justiça (Tjap). A entrega foi feita pela Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) a título de cooperação técnica para fortalecer as ações de combate à criminalidade e facilitar a comunicação sigilosa entre as instituições. Os equipamentos - 1.904 no total - foram adquiridos por meio de um Termo de Cooperação entre o GEA e o Ministério da Justiça e Segurança Pública e entregues às forças estaduais em abril deste ano  pelo governador Waldez Góes.

A Sejusp vai treinar os servidores que irão operar os rádios. O alcance da rede, na qual eles operam, abrange todo o Estado. Isso é possível devido à parceria firmada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF/AP) que disponibilizou sua rede de transmissão.

“A entrega desses equipamentos representa a manutenção do nosso compromisso de intensificar o serviço de inteligência policial e parceria com as instituições de segurança pública no combate ao crime”, destacou o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Carlos Souza. Ele disse que os recursos tecnológicos garantem o sigilo absoluto nas comunicações.

O superintendente da Polícia Federal no Amapá, delegado Dorival Ranuci, reiterou que a entrega dos rádios representa a concretização do acordo de cooperação técnica que prevê o compartilhamento de dados entre as forças de segurança.

“A comunicação é um dos eixos essenciais que a segurança pública tem para o combate à criminalidade. É muito positivo para o Estado, a Sejusp poder nos auxiliar com meios técnicos avançados. A Polícia Federal fica muito grata. Isso mostra que nós estamos caminhando no sentido de nos integrarmos mais ainda no combate ao crime”, frisou Ranuci.

A procuradora-geral do Ministério Público do Estado, Ivana Cei, afirmou que esse é o início de uma grande interação com o Executivo. “Queremos essa interação mais do que nunca porque temos a responsabilidade de conter a criminalidade”, concordou.

O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador João Guilherme Lages, verificou que essa tecnologia beneficiará as comarcas dos municípios de Macapá e Santana proporcionando uma comunicação rápida e interativa com as polícias. “Colocamos o Poder Judiciário à disposição para qualquer outro convênio que fortaleça esses laços de integração, informação e compartilhamento de informações”, reforçou o magistrado.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »