03/07/2019 às 16h00min - Atualizada em 03/07/2019 às 16h00min

5 alimentos que a ciência já comprovou que fazem mal

Salgadinho de pacote, bolacha recheada, refrigerante, embutidos, macarrão instantâneo. Por que insistimos em comer alimentos que sabemos que fazem mal?

Saúde Brasil
Opte por água, leite e frutas no lugar de refrigerantes, bebidas lácteas e biscoitos recheados. (Saúde Brasil)

Macarrão instantâneo
Conferindo o rótulo de um Miojo de 85g, encontramos mais de 30 ingredientes, a maioria deles aditivos químicos. “Costumo dizer que se um produto tem muitos nomes estranhos que não reconhecemos quando lemos, não pode ser considerado um alimento. Então é preciso evitar o consumo excessivo desse tipo de produto e valorizar a comida de verdade, em que reconhecemos os alimentos e ingredientes. Vamos descascar mais e desempacotar menos”, instrui a nutricionista Lívia Bacharini.

Como trocar ultraprocessados por alimentos in natura?
A regra de ouro para uma alimentação adequada e saudável, de acordo com o Guia alimentar para a população brasileira, é clara: “prefira sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados”.  Ou seja:

Opte por água, leite e frutas no lugar de refrigerantes, bebidas lácteas e biscoitos recheados.
Prefira a comida feita na hora (caldos, sopas, saladas, molhos, arroz e feijão, macarronada, refogados de legumes e verduras, farofas, tortas).
Evite produtos que dispensam preparação culinária (macarrão instantâneo, sopas e salgadinhos de pacote, pratos congelados prontos para aquecer, sanduíches, frios e embutidos, molhos industrializados).
Fique com as sobremesas caseiras, dispensando as industrializadas.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »