04/07/2019 às 06h00min - Atualizada em 04/07/2019 às 06h00min

Imap analisa qualidade da água em quatro municípios

Técnicos coletam e analisam cinco amostras de cada local, para definir se a água está própria ou imprópria para banho.

Portal Amapá
Técnico do Imap coleta amostra de água do balneário do Curiaú, em Macapá, para análise laboratorial. (Portal Amapá)

O Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) está realizando, desde o mês de junho, a coleta e análise da qualidade da água de quatro balneários: em Porto Grande, Ferreira Gomes, Distrito de Mazagão Velho e o balneário do Curiaú, em Macapá. O objetivo é saber se os locais estão próprios para receber banhistas durante as programações de verão.

Para ter um parâmetro completo sobre a qualidade da água de cada local são necessárias cinco coletas prévias e o monitoramento constante para uma aferição satisfatória. Somente após este levantamento é que são fixadas as placas com a sinalização de águas próprias ou improprias para banho. O Imap recebe o apoio da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS/AP) para a análise do material coletado.

“Realizamos dez coletas durante o período de junho e julho e analisamos, principalmente, a presença de coliformes fecais nas águas e o local só é liberado se estiver de acordo com as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente”, destacou a coordenadora de controle e licenciamento ambiental do Imap, Érica Vasconcelos.

Nesta semana os técnicos do Imap, ainda farão coletas e a previsão para informar a população dos locais próprios e impróprios é o próximo sábado, 6, antes do início das programações de verão. O monitoramento ocorrerá durante todo o mês de julho, pois, devido a utilização dos balneários, poderão acontecer mudanças no ambiente.

O balneário de Fazendinha, um dos mais frequentados da capital, terá suas águas monitorada pela Prefeitura de Macapá.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »