31/08/2021 às 13h09min - Atualizada em 31/08/2021 às 13h09min

Morte de Diana, a 'princesa do povo', completa 24 anos nesta terça-feira

Há exatos 24 anos, um acidente tirava a vida de Diana Frances Spencer, a Princesa Diana, Lady Di ou Princesa do Povo.

Com informações do Portal Terra
Foto: Divulgação/Redes Sociais

Há exatos 24 anos, um acidente tirava a vida de Diana Frances Spencer, a Princesa Diana, Lady Di ou Princesa do Povo, como ficou popularmente conhecida. Na madrugada do dia 31 de agosto de 1997, ela se envolveu em um acidente de trânsito na Ponte de l’Alma, em Paris.

A Princesa do Povo ganhou aura de santa. Para a rainha Elizabeth, um fantasma. A ex-mulher do príncipe Charles provocou um choque de realidade no clã Windsor e mergulhou a mais tradicional monarquia de todos os tempos em uma crise de imagem.

Livros e documentários com informações assustadoras e picantes alimentaram a fama de Diana. Ela virou símbolo de opressão e superação, desamor e empatia, dor e glamour, sofisticação e altruísmo. Passou a ser mais admirada do que nunca. Continua a fazer sombra em aqueles que produziram seu sofrimento. Não há melhor vingança.

Em uma era de ‘personalidades líquidas’, como diria o filósofo polonês Zygmunt Bauman, a mãe de William e Harry parece cada vez mais vívida e interessante. Deixou de ser mera celebridade da nobreza e se fez um vulto histórico. Morta há quase 1/4 de século, ela ainda exerce imensurável influência sobre a cultura, a moda, o comportamento feminino e a monarquia que a renegou.

Na noite de 20 de novembro de 1995, Diana concedeu a mais polêmica entrevista de sua vida, na qual contou sobre a traição de Charles e admitiu também ter sido infiel. “Você acha que algum dia será rainha?”, perguntou o repórter Martin Bashir, da BBC. “Não, não acho”, respondeu a princesa. “Eu gostaria de ser rainha no coração das pessoas”.


Notícias Relacionadas »
Comentários »