26/04/2019 às 14h00min - Atualizada em 26/04/2019 às 14h00min

Triatleta Leandro Macedo dá dica para quem quer começar a caminhar e correr

Se a pessoa está sedentária e acima do peso, é preciso começar com calma, com caminhadas.

Saúde Brasil
Leandro Macedo algumas dicas para quem quer sair do sofá e desempenhar os exercícios com segurança. (Saúde Brasil)

O sedentarismo acontece quando a pessoa gasta menos calorias do que ingere e não pratica atividades físicas regulares, o que pode acarretar ganho de peso e consequentes problemas de saúde. Para romper a inércia, as alternativas mais simples estão a alguns passos: caminhar ou correr. No entanto, a primeira providência é procurar especialistas que avaliarão o melhor caminho a seguir.

Dica para quem quer começar a caminhar e correr

Leandro Macedo, que participou duas provas olímpicas de triatlo (Sydney-2000 e Atenas-2004) e conquistou medalhas de ouro no Pan-Americano de Mar del Plata (2005) e no Sul-Americano do Rio de Janeiro (2002), conversou com a equipe da plataforma Saúde Brasil e dá algumas dicas para quem quer sair do sofá e desempenhar os exercícios com segurança.

"Quem está parado deve procurar uma avaliação física - um cardiologista e um fisioterapeuta, por exemplo - para verificar as condições, postura e se há dores. Mesmo aqueles que praticam também devem fazer avaliações regulares", aponta Leandro Macedo.

Se a pessoa está sedentária e acima do peso, é preciso começar com calma, com caminhadas. No início é comum sentir algumas dores musculares, uma vez que o corpo estava parado, mas é bom ficar atento a alguns sintomas. "Muitas dores podem ser evitadas. A canelite (dor na canela), por exemplo, aparece quando há algum problema na intensidade e no volume do exercício. O condicionamento cardio-vascular vem primeiro do que o de músculos e ligamentos. Então, a pessoa acredita que pode forçar mais. Minha dica é manter o ritmo e ter paciência. Se aquele treino que está fazendo está tudo bem, continue assim por mais um tempo e só então vá além", ensina o triatleta, que hoje é técnico e palestrante.

"Também é bom apostar na bicicleta, pode ser a ergométrica mesmo, e na natação, se ela já souber nadar. Só depois de adquirir algum condicionamento, ou seja, se a adaptação for boa, é que se deve passar da caminhada para a corrida. E se puder fazer mais de uma atividade, melhor ainda", acrescenta Leandro.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »