09/07/2019 às 20h00min - Atualizada em 09/07/2019 às 20h00min

Parar de Fumar: Procure apoio médico

Uma das mais importantes medidas a serem tomadas por quem quer parar de fumar é procurar apoio de profissionais de saúde.

Saúde Brasil
Segundo a pneumologista Cristina Cantarino, Coordenadora do Centro de Tratamento de Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), poucos fumantes conseguem largar o cigarro sozinhos. (Saúde Brasil)
Uma das mais importantes medidas a serem tomadas por quem quer parar de fumar é procurar apoio de profissionais de saúde.

Segundo a pneumologista Cristina Cantarino, Coordenadora do Centro de Tratamento de Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), poucos fumantes conseguem largar o cigarro sozinhos.

"Há algum tempo, a recomendação era a de que o fumante deveria fazer uma parada abrupta do cigarro. Se ele conseguir fazer isso, ótimo. Mas são poucos os que conseguem parar sem ajuda por ano, algo em torno de 3% dos fumantes regulares. Existe também a possibilidade da parada gradual. A escolha é feita pelo fumante com a ajuda do profissional de saúde que o acompanha. Trata-se de um atendimento especializado, que é encontrado gratuitamente na rede pública de saúde", aponta Cantarino. "São diversos profissionais, como médicos, psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, dentistas, - todos eles pessoas capacitadas pelo Ministério da Saúde para fazer um trabalho multidisciplinar. É preciso um perfil de atendimento diferenciado e o Programa Nacional de Controle do Tabagismo oferece isso".

Desde o final da década de 1980, o Ministério da Saúde, por meio do INCA, promove o Programa Nacional de Controle do Tabagismo. Gratuito e oferecido em todo o território brasileiro, o programa tem como objetivo reduzir o tabagismo e a mortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, seguindo um modelo no qual ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, associadas às medidas legislativas e econômicas, se potencializam para prevenir a iniciação do tabagismo, tratar aqueles que querem largar o cigarro e proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco.

» Conheça o Programa Nacional de Controle do Tabagismo
Muitas vezes o ex-fumante precisa de medicamentos para ajudar no processo - e eles jamais devem ser usados sem a indicação médica. "Cada pessoa é um caso e possui um grau de dependência diferente. Muitas vezes, é preciso apoio medicamentoso que, se utilizado em associação a uma boa abordagem, o eixo fundamental do tratamento, diminui a ânsia de fumar e oferece mais confiança ao indivíduo que está deixando o tabagismo. Os medicamentos disponibilizados pelo Ministério da Saúde para o tratamento na Rede do Sistema Único de Saúde (SUS) são os da terapia de reposição de nicotina (adesivos e gomas de mascar) e o cloridrato de bupropiona.”

CONHEÇA COMO PARAR DE FUMAR
O tratamento do tabagismo é oferecido gratuitamente pelo SUS. Ligue para o número 136 e se informe em quais Unidades Básicas de Saúde e Hospitais de seu município o tratamento está disponível. "A pessoa também pode ir diretamente à secretaria de saúde de sua cidade e perguntar pelo tratamento", ressalta Cantarino.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »