11/10/2021 às 11h23min - Atualizada em 11/10/2021 às 11h23min

Líderes de de organizações criminosas são transferidos para novo pavilhão com celas individuais no Iapen em Macapá/Ap

Recém-construída, a estrutura possibilita maior controle de acesso e fiscalização. Os detentos ficarão isolados em celas individuais, sem contato com o mundo externo.

Ascom/Gea
Foto: Ascom/Gea

Nas primeiras horas desta segunda-feira (11),  12 detentos que são considerados lideranças de organizações criminosas do Amapá foram transferidos para um pavilhão especial recém-construído no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

A estratégia é coordenada pela Administração Prisional e integra o pacote de ação do Governo do Amapá no combate à criminalidade. O objetivo é limitar a comunicação dessas lideranças com o meio externo para evitar o comando de ações delituosas de dentro do presídio.

O novo pavilhão segue os conceitos mais modernos em segurança prisional e possibilita maior controle por parte dos policiais penais. Os detentos serão alojados individualmente, o pavilhão permite banho de sol diferenciado e melhor controle de acesso e fiscalização.

Os internos alojados neste novo pavilhão ficarão sem contato com o mundo externo, submetidos a vistorias frequentes e terão os demais direitos preservados. Cada um recebeu colchão, itens de higiene pessoal e de limpeza.

Todas essas são medidas que fortalecem a segurança nos presídios e contribuem com as ações de combate ao crime organizado no Estado.

A movimentação foi realizada por policiais penais do Grupo Tático Prisional - GTP com a integridade física dos detentos foi preservada.


 

Operação Saturação

A transferência dos detentos faz parte de uma estratégia ainda mais ampla para a segurança dos amapaenses. Em setembro, o Governo do Amapá iniciou a Operação Saturação, que envolve mais de 200 agentes de segurança com policiamento ostensivo e preventivo em pontos estratégicos mapeados pelo de serviço de inteligência.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »