19/10/2021 às 23h00min - Atualizada em 19/10/2021 às 23h00min

NBA espera que Kyrie Irving mude de ideia e se vacine contra covid-19

Temporada 2021/22 da liga norte-americana começa às 20h30 desta terça

EBC
Foto:Brad Penner/USA TODAY/Sports

O comissário da Associação Nacional de Basquete dos Estados Unidos (NBA), Adam Silver, espera que Kyrie Irving acabe se vacinando e disse que respeita os regulamentos anti-covid-19 da cidade de Nova York, que colocam em dúvida a temporada do armador do Brooklyn Nets.

Na semana passada, Irving disse que está "sendo fiel ao que parece certo" ao escolher não ser vacinado depois que o Brooklyn Nets decidiu que ele não terá permissão para treinar nem jogar com o time até obedecer a exigência de vacinação contra covid-19 da cidade de Nova York.

A cidade exige prova de ao menos uma dose da vacina para o ingresso em grandes espaços fechados.

"Espero que Kyrie, apesar de sua convicção sobre a vacinação, acabe decidindo se vacinar, porque adoraria vê-lo jogar basquete nesta temporada", disse Silver aos repórteres na véspera do início da nova temporada, que começa nesta terça-feira (19). "Isto é entre Irving e a cidade de Nova York neste momento", acrescentou. "Não é um assunto da liga... mas acho que teria sido melhor para todos se todo jogador estivesse vacinado."

A NBA não conseguiu tornar a vacina obrigatória para os jogadores nas negociações com a Associação Nacional de Jogadores de Basquete, mas Silver disse que cerca de 96% deles se vacinaram.

Os jogadores da NBA que não estiverem vacinados terão que cumprir uma lista longa de restrições para participarem da próxima temporada, segundo um memorando obtido pela Reuters no mês passado.

Indagado se a situação de Irving é justa, Silver respondeu:

"Não sei se justa é a maneira certa de abordar isto, porque não há nada de justo em relação a este vírus".


Notícias Relacionadas »
Comentários »