20/10/2021 às 13h38min - Atualizada em 20/10/2021 às 13h38min

"Não estou envolvido em nada”, diz primo de Davi Alcolumbre preso pela PF em operação contra o tráfico internacional de drogas.

Isaac Alcolumbre é dono de um aeródromo que segundo a PF é usado por narcotráficantes. No local os policiais encontraram vários carros luxo.

Da Redação
Foto:Divulgação
O ex-deputado estadual do Amapá Isaac Alcolumbre, primo de Davi Alcolumbre, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (20) em uma megaoperação que combate o tráfico internacional de drogas.

Isaac é dono de um aeródromo que segundo a PF é usado por narcotráficantes. No local os policiais encontraram vários carros luxo. 

Os veículos, de fabricantes como Audi, Mercedes Benz, Aston Martin, Changan, Chrysler e entre outros estavam no galpão no aeródromo localizado na Zona Rural de Macapá.



Preso preventivamente, Isaac divulgou uma nota na qual diz “não estar envolvido em nada”.


“Nesta data, fui alvo de uma operação da Polícia Federal que apura ilícitos, entre eles o tráfico de entorpecentes. Diante dos fatos que se encontram em apuração, venho a púbico informar a quem interessar possa que não estou envolvido em nada com referência a tráfico de drogas. E fiquem certo de que provarei isso. Com relação a outras acusações das quais ainda não tenho informações, faremos a defesa no momento oportuno”, diz trecho da nota.
Isaac acrescentou que recebe “várias aeronaves diariamente” em seu hangar em Macapá e que, por vezes, já comunicou a polícia “sobre suspeitas, inclusive proibindo pouso e decolagem”.

Na casa de Issac, agentes da PF encontraram uma grande quantidade de dinheiro em espécie.


Notícias Relacionadas »
Comentários »