20/10/2021 às 17h08min - Atualizada em 20/10/2021 às 17h08min

Davi Alcolumbre emprega esposa de primo preso pela PF em operação contra tráfico internacional de drogas.

Vânia Alcolumbre ocupa o cargo de ajudante parlamentar no escritório de apoio do senador no Amapá.

Foto: Senado Federal/ Arquivo Pessoal
O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) emprega em seu gabinete, em Macapá, a esposa do seu primo Isaac Alcolumbre, que foi preso nesta quarta-feira (20), na Operação Vikare da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas.

Vânia Alcolumbre ocupa o cargo de ajudante parlamentar no escritório de apoio do senador no Amapá, onde recebe um salário de R$ 3.800, mais um auxílio alimentação de R$ 982,28. Ela foi admitida em 2015.

De acordo com a Polícia Federal, o primo de Alcolumbre é proprietário do aeródromo que servia de base operacional para a importação e transporte de drogas, por meio de aeronaves que vinham para Macapá principalmente da Colômbia e Venezuela e depois seguiam com as drogas para várias regiões do Brasil. 


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »