22/10/2021 às 20h09min - Atualizada em 22/10/2021 às 20h09min

Mike Tyson diz que legalizar maconha é arma contra crise de saúde mental

O ex-boxeador é dono da Tyson Holistic, marca de produtos à base de cannabis

Foto: Reprodução / Instagram CMW420TV
Dono de uma marca de produtos canábicos, Mike Tyson voltou a falar sobre os benefícios que enxerga na maconha. Em entrevista ao The Sun, o ex-campeão mundial dos pesos pesados disse que a legalização do uso de cannabis no Reino Unido poderia ajudar na crise de saúde mental.

“Bem, eu vou te dizer, uma vez que for legalizado no Reino Unido, você não terá que se preocupar com todas essas prescrições de drogas que deixam todo mundo louco e comete suicídio. Isso vai parar imediatamente”, disse o ex-boxeador.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgados em julho deste ano, o suicídio mata mais que HIV, câncer de mama, guerras e homicídios. A Europa, de acordo com o relatório, possuí uma taxa de suicídio de 10,5 por cada 100 mil habitantes.

Tyson ainda afirmou que metade dos problemas relacionados a saúde mental na Grã-Bretanha podem ser resolvidos quando a população “tiver a chance de participar do que estamos fazendo agora: o remédio maravilhoso [maconha]”. Atualmente, apenas a maconha medicinal é liberada no Reino Unido, sendo vetado o uso recreativo e de produtos não destinados ao tratamento de doenças.

A lenda do boxe é um entusiasta assumido da cultura canábica. Estima-se que Tyson fature cerca de 3 milhões por mês com sua empresa, a Tyson Holistic. Além disso, ele está construindo um resort de férias com o tema maconha, onde espera que seja realizado um festival de música que rivalize com o Coachella.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »