23/11/2021 às 13h14min - Atualizada em 23/11/2021 às 13h14min

Anitta detona Bolsonaro após indireta: “Devia cuidar do Brasil”

Bolsonaro criticou live de Anitta falando de política e recebeu a resposta afiada: "Mais uma vez, o presidente se ocupando do que faço"

Com informações do Metrópoles
Foto: via Wikimedia Commons/ Marta Ayora/TMDQA
Anitta usou as redes sociais, nessa segunda-feira (22), para rebater algumas indiretas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A cantora participou de uma live na CNN Brasil com a jornalista Gabriela Prioli e fez perguntas relacionadas à política.

A transmissão, então, motivou algumas indiretas do presidente. Em conversa com apoiadores, ele criticou a entrevista. “Gostaria de botar também educação moral e dívida, um montão de coisas, coisas boas. Ouvi outro dia, tive o saco de ouvir [durante] uns 10 minutos, duas mulheres, podiam ser dois homens também, e ela não sabe nada, não sabe o que é Poder Executivo. Daí ela fala: ‘Não existe deputado municipal?’, não sei o quê. Essas coisas absurdas. não é essa pessoa apenas, é comum”, pontuou Bolsonaro.

Foi aí, então, que Anitta perdeu a paciência com o chefe do Executivo e não deixou a situação barata. “É isso mesmo, presidente? Eu, e mais da metade dos brasileiros, não sabem quais são os Três Poderes, não sabem o dever, por exemplo, do senhor, que ao invés de estar ocupado com o que eu estou eu estou fazendo da minha vida, devia estar cuidando do país, não é mesmo?”, começou ela, em um vídeo gravado no Instagram.

A cantora ainda detonou algumas ações de Bolsonaro. “Olha os preços de tudo aqui no nosso país! Essa economia que o senhor disse que ia salvar, ia ser a salvação da economia. Pois bem, muitas pessoas, em nosso país, não devem saber o que faz um presidente. (O presidente) deve ficar no Twitter? Deve ficar no Instagram? Deve ficar fazendo fake news? Não! Muita gente não sabe os deveres. No meu ensino público, não tive aulas ou nada que me ensinasse a entender sobre política. Sem vergonha alguma, resolvi tomar classes ao vivo com a minha amiga [Gabriela]. Muita gente aprendeu junto comigo, presidente. Fiz mais pela galera do que o senhor, nesse quesito e em outros também, eu posso estar falando isso”, disse.

“Com muito orgulho agora, depois de aprender bastante e de ler também o livro que essa mesma amiga escreveu, nunca votarei em políticos que fazem piada de cidadão que não entende sobre o política. Porque o bom político, deveria saber que o ensino público brasileiro é uma bosta e a gente não entende nada de política se a gente depender de um ensino que nos é fornecido em nosso país”, continuou.

E ela não parou aí. “Se eu fosse presidente e eu fosse ruim no que eu estou fazendo, eu também ia fazer isso. Eu ia pegar uma entrevista e falar assim: ‘Olha, eu tenho 10 minutos, em’; e eu ia só ficar falando merda e besteira dos outros para chamar atenção e viralizar e não ia responder nada das coisas que eu estou precisando fazer e nem deu tempo de falar as coisas de merda que eu estou precisando fazer. Ganhei uns likes no Twitter, lacrei”, completou ela.

A cantora aproveitou a oportunidade para detonar a administração de Bolsonaro. “Mais uma vez, o presidente do país ocupado vendo o que faço ou deixo de fazer da minha vida. É por isso que o país vai ladeira abaixo. Em vez de se preocupar com essa economia, que o senhor disse que ia salvar, [porém está] indo para o buraco”, finalizou.

A discussão entre Anitta e Bolsonaro não é recente. Tudo começou em 2018, quando ela entrou em uma corrente com a #elenão. Em 2020, o presidente curtiu uma publicação com críticas a viagens feitas pela cantora Anitta. A postagem que mostra fotos da artista em um show com Fred de Palma na Itália é ironizada por uma internauta: “Quarentena e desemprego pra você, viagem e aglomeração pra mim”.

Essa não foi a primeira resposta afiada da cantora ao chefe do Executivo. Em outubro, eles já haviam trocado acusações na web.


Notícias Relacionadas »
Comentários »